Dengue.

         Numa bela sexta feira tive a infeliz ideia de vacinar contra a gripe, todo mundo falando, a televisão fazendo uma propaganda maciça, vai o bobo aqui juntei minha família, achando pouco ainda coloquei no pacote  minha afilhada e sua turma, bora todo mundo na fila achando que seria a salvação da lavoura, ainda fomos avisados que nosso atestado tem validade para o próximo ano, delícia, todos vacinados bora voltar a vida normal. Passou dois dias comecei a sentir uns trimiliques, corpo ruim, parecendo estar gripado, no outro dia febrão, sabe aquela coisa de bater queixo, loucura.

        Me lembrei do tempo de infância, dizem que quando tinha febre estava brincando e sem mais nem menos caia para atrás com um febrão louco, e assim aconteceu, meu Deus vai sofrer assim. Sempre digo para minha Cleide que homem é mole demais, quando adoeço morro de pena de mim, acho que nunca vou sobreviver.

      Foi passando os dias e a coisa só piorando, perdi o apetite, coisa que não é fácil de acontecer para um gordinho como eu, boca ruim tudo que colocava na boca não descia, emagreci 6 kg, isso foi bom né.

     Mas o que me fez notar que era a danada da dengue foi a tristeza que a gente fica, uma solidão, uma angustia na alma. Vontade de sumir, correr para cama ficar no escuro e rezar para passar rápido, peguei com tanto santo que vou até no ano que vem pagando penitência.

     O mais triste que todo mundo tem um remédio e um parente ou amigo ou conhecido que teve pior que você. Tomei de tudo suco de cara cru com limão, limão com cará cru, e tudo mais pariri, água e mais água e suco e chá e dá três pulinhos e roda a cabeça e cai duro kkkk.

    Na minha rua estão anotando no poste o número de dengosos, já tem 5 postes completos de risquinhos kkkk. Eu além de passar repelente agora to tomando também, quem sabe se uma destas pestes resolve entrar pela boca e picar lá dentro.

     Custei a melhorar ainda tendo uns repinicos, ficando tonto, vendo o mundo girara sem nada de álcool . Minha turma da hidro juram que não foi a vacina, eu que fui culpado pois não tenho idade para vacinar, acho que foi elas que me jogaram praga kkkk , vou afoga-las deixa comigo.

      Agora tô ajudando minha Cleide a superar sua etapa da dengue, mas ela é bem mais forte. Aprendi que não devemos brincar com esta praga a coisa é séria e horrorosa, o pior sentimento do mundo, sai de mim mosquito indecente. Todos contra a DENGUE.

      E continuamos a vender sonhos e realizar etapas... TOK EMPREENDIMENTOS . Rua Cristal 120 centro.

 

                 

 

    

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.