SABEDORIA DO STARTUPEIRO

Será que o desemprego atual é causado por excesso de direitos? Caso as empresas não fossem obrigadas a recolher 8% de FGTS, 11% de INSS, pagar um décimo terceiro salário anual e remunerar as férias, elas contratariam mais empregados?

Esse argumento anda bastante em moda. Comentaristas de portais e startupeiros de vinte anos não têm dúvidas: abram mão dessa quantidade de mamatas e as organizações vão contratar vocês.

Recentemente completei 40 anos de idade, 23 de vida profissional e penso que a doce ilusão do empresário que, livre das obrigações governamentais, incorpora ao salário do empregado aqueles custos malditos não passa, mesmo, de doce ilusão.

Ora, a verdade é que, mesmo sendo obrigadas, muitas empresas não depositam o FGTS e nem repassam o INSS que descontam dos funcionários. Por que fariam isso voluntariamente?

Quanto à vinculação com o desemprego, também não há qualquer evidência nesse sentido. Muito pelo contrário, aliás. Os anos de pleno emprego que tivemos no Brasil conviveram muito bem com todos os direitos trabalhistas.

Acreditem no titio: o que gera emprego é economia vibrante. É PIB crescente. É a roda econômica girando, com CLT e tudo.

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.