Colesterol

O colesterol é um esteroide mais abundante nos tecidos animais. A partir dele, o corpo produz uma série de outros esteroides que são essenciais para o desenvolvimento e manutenção do corpo, com os hormônios sexuais, os corticoides, a vitamina D e sais biliares.

        Possui ainda a função estrutural nas membranas e de transporte de alguns nutrientes lipídicos pelo plasma sanguíneo.

        O colesterol pode vir de duas fontes: alimentos que ingerimos ou produzido pelo próprio organismo. Como não produzimos quantidades suficientes, necessitamos consumir alimentos que possuam colesterol.

        Portanto, o consumo de colesterol, apesar de se fazer muito terror a respeito, é essencial. Da mesma maneira que com todos os outros nutrientes, o problema é o excesso.

        O sangue possui diversas lipoproteínas (proteínas que carregam lipídios), com diferentes funções. As mais famosas são o HDL e o LDL.

        O motivo pelo qual o LDL-colesterol é chamado de “mau” é porque, caso sua concentração no sangue esteja elevada, ele pode ser oxidado e se depositar nos vasos sanguíneos, iniciando o processo de arterosclerose.

        O HDL-colesterol é chamado de “bom”, pois faz o caminho inverso, recolhendo o colesterol velho e oxidado, e levando-o de volta para o fígado, impedindo assim que o colesterol se deposite nos vasos sanguíneos.

        Deve-se, contudo, ter em mente que os dois são vitais para o organismo, e que a manutenção das suas concentrações adequadas dependem de uma alimentação equilibrada e da prática regular de atividade física.

Triglicerídeos:

        Também chamados de triacilglicerol ou triglicérides, ou triglicerídeos são a junção de três ácidos graxos a uma molécula de glicerol.

        São os lipídios mais abundantes na dieta e a forma mais comum de armazenamento de energia no tecido adiposo.

        Durante a digestão, são quebrados e liberam os ácidos graxos para utilização do corpo. Esses ácidos graxos podem ser saturados ou insaturados.

        Como o corpo produz triglicerídeos a partir de carboidratos simples, o consumo elevado desses carboidratos também pode elevar a concentração sanguínea de triglicerídeos.

Ômega 3

De acordo com os estudos, quando se substitui ácidos graxos saturados por ômega 3, ocorre uma redução do LDL- colesterol, possuindo efeito cardioprotetor.

        Consultório avª 1º de Junho, nº 420, centro, Edifício Paulo VI, sala 802, 8º andar.

Tel: 98811 2388

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.