Como ser mais produtivo?

Faça uma análise dos momentos mais produtivos de sua vida. Você estava triste ou alegre? Estava depressivo ou expansivo? Desanimado ou animado? Estava preocupado ou focado em resultados? Pessimista ou otimista?  Vai dizer: “É claro que estava alegre, expansivo, animado, focado em resultados e otimista”. Isso indica que já sabe quais são os estados mentais mais propícios à criatividade, à produtividade e à prosperidade. Sabe até que, sem eles, nada acontece. Sem otimismo, sem fé, sem a convicção que iremos chegar lá, tropeçamos e ficamos pelo caminho resmungando.

Mas saber é uma coisa, viver é outra. Temos a teoria na ponta da língua, mas a prática a léguas de distância. Isso não acontece só com você, mas comigo também, e com todo ser humano. O conhecimento precede a ação. Em alguns casos, as pessoas apenas absorvem o conhecimento, mas jamais partem para a ação. Porém, conhecimento sem ação não produz resultados. No meu caso, se depois de meus estudos e pesquisas, não me comunicasse com você, de nada valeriam. É preciso passar para frente o que se sabe e viver o que se aprendeu.

Para que eu me anime a falar com você sobre o que sei é importante que eu acredite que vou beneficiá-lo. É preciso que eu seja um eterno otimista para estar, praticamente todos os dias, passando coisas aprendidas através da própria vida e de pesquisas, livros e mestres. Assim como o que sei não pode ficar apenas comigo, os seus talentos não podem parar em você. Suas aptidões pessoais devem fluir para o universo em seu entorno para que você se realize como ser humano. E, repito, para que isso aconteça é preciso toneladas de otimismo.

Pesquisas nas Universidades de Columbia e Rutgers demonstram que as pessoas que acreditam ter controle sobre as circunstâncias enfrentam de forma mais positiva os problemas do que aquelas que pensam que suas decisões não contam. Isso comprova o que disse o Mestre dos mestres: “Tudo é possível para aquele que acredita”.

Sim, é necessário que você tenha uma expectativa positiva com relação ao resultado de suas ações. É de fundamental importância que a sua auto-estima esteja em alta. O que  isso quer dizer? A resposta está dentro de você. Procure se lembrar como reage ao resultado de seu trabalho. Quando vê, lê, escuta, sente ou prova algo que saiu de suas próprias mãos, como se sente? Sente orgulho? Realização pessoal? Prazer? Se é um pintor, gosta de seus quadros? Se escritor, admira o que escreve? Se cozinheiro, se delicia com a sua comida? Se arquiteto, sente prazer em olhar para as suas obras? Se vendedor, tem orgulho dos seus negócios? Não importa qual seja a sua profissão, você se realiza nela?

Agora se recorde de como as pessoas reagem à sua presença. Respondem de maneira positiva?  Solicitam seus préstimos? Elogiam seu trabalho? A resposta a essas perguntas vão influenciar a sua auto-imagem e essa está diretamente ligada à sua motivação que, por sua vez, determina seus resultados. O fundamento da produtividade é, portanto, a motivação. E a motivação depende de nosso otimismo a respeito de nós mesmos e dos frutos de nosso trabalho.

Auto-confiança, auto-imagem positiva, auto-estima em alta são termos equivalentes. Denotam o estado de espírito necessário para que a fé brote resoluta de dentro de nosso coração. Por mais abstrato que seja esse conceito de fé, na prática, é a seiva que alimenta a árvore da nossa vida. Nossa existência, portanto, produzirá flores em abundância, perfumes inebriantes e frutos deliciosos—dependendo da seiva: nossa fé, nossa expectativa positiva, nosso otimismo.

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.