Homem causa tumulto ao repetir gestos de Coringa em sala de cinema no Recife

Algumas pessoas deixaram a sala amedrontadas com o perigo

CARLOS HENRIQUE MONTEIRO

 O Filme Coringa, que conta a origem do vilão eterno inimigo do Batman, e é interpretado por Joaquim Phoenix, estreou em todo o Brasil no último dia 3 de outubro (quinta). 

Um homem, em uma sessão no Recife, causou incoveniencia ao imitar trejeitos do personagem dentro da sala, gerando confusão entre os espectadores no local, e reforçando a tese de que a obra pode gerar danos psicológicos a quem o assiste.  

Existiu o temor que ele estivesse armado, mas algumas pessoas o encontraram somente com uma garrafa de uisque. 

Em nota divulgada à imprensa, a administração do shopping confirmou "a ocorrência de um espectador exaltado durante a sessão de estreia do filme Coringa", mas negou que ele estivesse armado.

A assessoria do shopping não disse como o homem conseguiu adentrar no cinema com objeto inapropriado, mas afirma que tomou as providências necessárias. "O rapaz foi abordado, revistado e orientado a permanecer em silêncio, pois seu comportamento estava incomodando os demais espectadores presentes na sala", esclarece a nota.

Após abordar e revistar o homem, a administração do cinema seguiu normalmente a exibição do filme e se dispôs a revalidar o ingresso de espectadores que deixaram o local por medo de algo maior acontecer.

Apesar do longa ter vencido o prêmio de melhor filme (Leão de Ouro) na última edição do Festival de Cinema de Veneza,  alguns críticos temem os efeitos da narrativa sobre os jovens. 

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.