quarta-feira, 13 de Junho de 2018 17:32h

EE Pedro Primo inaugura Laboratório de Ciências em Perdigão

Agora, o ensino dos conteúdos de Ciências da Natureza pode ser realizado de maneira muito mais completa na EE Pedro Primo, em Perdigão. A escola acaba de inaugurar seu Laboratório de Ciências, em cerimônia realizada com a presença de pais, alunos, professores e demais membros da comunidade escolar.

 

“É a realização de um sonho de todos os que abraçam os projetos pedagógicos da nossa escola e buscam o aprimoramento da qualidade da educação que ofertamos”, comenta Renato Rodrigo da Costa, diretor da instituição de ensino.

 

A inauguração foi marcada por demonstrações de experimentos, realizadas por professores de Física, Química e Biologia da escola. As apresentações envolveram alunos e pais que, empolgados com as experiências, puderam vislumbrar possibilidades mais efetivas e prazerosas de transmissão do conhecimento curricular.

 

Montado com o apoio da comunidade escolar, o Laboratório de Ciências da EE Pedro Primo ocupa uma sala de aula que foi totalmente transformada, com a aplicação de novo revestimento e pintura, além da instalação de pias, bancadas e bancos de madeira.

 

Vidrarias, utensílios de metal e peças anatômicas foram adquiridas para facilitar o trabalho dos professores. Além disso, aparelhos como balança digital, microscópio e estufa, que já haviam sido adquiridos pela escola anteriormente, ganharam espaço adequado no novo laboratório. “Tudo foi planejado com o intuito de receber os alunos com mais conforto e proporcionar praticidade durante as aulas”, ressalta o diretor.

 

Aulas experimentais

As aulas práticas são um complemento à aprendizagem teórica e permitem aos alunos desenvolverem habilidades investigativas e de solução de problemas. É através desse tipo de aula que o professor pode demonstrar aos estudantes a aplicação de toda a teoria estudada, auxiliando-os a verificarem e comprovarem fatos e conceitos.

 

“Todo esse processo gera mais interesse e motivação nos alunos, além de promover a socialização e a integração dos estudantes com o corpo docente e com o restante dos colegas de sala”, destaca o diretor Renato.

 

Ademais, as aulas práticas ajudam o professor a avaliar o domínio dos alunos em relação ao conteúdo teórico já ministrado e facilitam a assimilação dessas informações por parte dos estudantes. As aulas em laboratório podem, então, ser introduzidas de maneira esporádica, sem se prender ao material didático, que serve como guia para o conhecimento e para o correto manuseio de materiais e substâncias durante o ensino de Ciências.

 

“Com o Laboratório de Ciências conseguimos ver na prática os conceitos que o professor transmite e isso motiva a participação nas aulas. Em contato com a parte prática da Ciência, despertamos nosso interesse por profissões dedicadas ao desenvolvimento científico e tecnológico, áreas cuja mão de obra é escassa no Brasil”, conclui João Vitor Expedito Nunes, aluno do 3º ano do Ensino Médio.

© 2009-2018. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.