quarta-feira, 13 de Junho de 2018 15:24h

Investimentos de R$36 milhões em Nova Serrana

Em reunião no Sindinova, intermediada pelo Deputado Fábio Avelar, gerentes da Cemig explicam investimentos de R$36 milhões que serão feitos no município e também falam sobre o aumento da conta de energia regulamentado pela Aneel, do Governo Federal.

Investimentos na ordem de R$36 milhões serão feitos com a construção da segunda Subestação de Nova Serrana e mais linhas de tensão agregadas, promovendo, assim, o aumento de quase 50% de energia que o município tem hoje à sua disposição. Tal iniciativa atenderá às novas demandas dos consumidores e empresas do município. Tal comunicado foi feito pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) em reunião, intermediada pelo Deputado Fábio Avelar, no Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana (Sindinova). “Hoje temos 60 MVA em Nova Serrana e vamos construir uma nova Subestação de mais 50 MVA. Portanto vamos dobrar a capacidade que existe hoje no município. A obra está sendo iniciada agora, temos aí os projetos básico e executivo, entre outros desdobramentos. Já estamos com equipes em campo para avaliação das áreas possíveis para construção dessa subestação para, no menor prazo possível, a gente tenha concluído a mesma e as linhas de média tensão agregadas a esse investimento”, afirmou o Gerente de Relacionamento com o Poder Público da Cemig, Ernando Braga.

Os gerentes da Cemig explicaram que a Companhia, pelo regulatório, tem que investir esses R$36 milhões entre os anos de 2018 e 2022. No entanto, estão trabalhando para concluir a obra e colocá-la em funcionamento o mais rápido possível. “Nós estamos trabalhando, já com nossas equipes em campo, para que, no menor tempo possível, consigamos concluir essa Subestação e as novas linhas. Inclusive, depois da reunião, acompanhados pelo Deputado Fábio Avelar, estaremos visitando algumas áreas para ver a viabilidade da construção”, lembrou Braga.

De acordo com o Deputado Fábio Avelar, essa reunião foi de suma importância, pois tal comunicado atende às inúmeras solicitações do Polo Calçadista de Nova Serrana, que possui enorme demanda de energia. “Por meio do meu convite, alguns gerentes da Cemig vieram a Nova Serrana explicar esses investimentos, que são de R$36 milhões, e os tramites da construção da nova Subestação, até mesmo porque, em agosto do ano passado solicitamos benfeitorias da Cemig em nosso município. Sabemos da enorme demanda de energia por causa do polo calçadista. A notícia beneficiará muito a todos do nosso município. Reafirmo que acompanharemos de perto e cobraremos da Cemig a execução de tais investimentos o mais rápido possível”, disse ele.

Ernando Braga confirmou a fala do Deputado, lembrando que “hoje é a segunda reunião sobre a questão da estrutura do sistema elétrico de Nova Serrana. Digo, porém que, de agosto de 97 para cá, fizemos um investimento de quase R$4 milhões no local, aumentamos a capacidade da Subestação atual, que era de 50 MVA para 65 MVA, sendo que hoje temos 20% de disponibilidade de carga para o atendimento dos consumidores que estão estabelecidos no município.

Ainda segundo Braga, o Deputado Fábio Avelar tem reuniões constantes na Cemig, nas quais leva demandas e cobra retornos para Nova Serrana e outros tantos municípios. “Nós temos um relacionamento muito próximo com o deputado Fábio Avelar, que tem nos apresentado muitas demandas de Nova Serrana, bem como de outros municípios. Temos conseguido suprir, resolver grande parte delas sendo que, aquelas que não conseguimos atender, tratamos com muita transparência as informações e razões por não fazê-lo”, afirmou o Gerente da Cemig.

Além da boa notícia, várias outras questões foram abordadas, entre elas a Revisão Tarifária que entrou em vigor em maio e afetará a todos os cidadãos e empresas do nosso país, já que é um aumento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). “A cada cinco anos acontece tal revisão, que está prevista no contrato de concessão com a Aneel, firmado em 1997. Como em 2003, 2008 e 2013, tal reajuste aconteceu agora em 2018. O ajuste médio será de 23,19%, sendo que, para as empresas será de, aproximadamente, 34%, sendo desses, apenas 4% é do Governo de Minas Gerais. “Além de apresentar os R$36 milhões de investimentos que serão feitos, essa reunião foi excelente, pois a Cemig deixou claro que esse aumento de, aproximadamente, 34% para indústrias e 24% para residências, é do Governo Federal, através da Aneel. A explicação deles foi que o aumento do Governo de Minas é de apenas 4%, enquanto o aumento da Aneel, que é do Governo Federal, de 30%. Portanto, o Governo do Estado está fazendo um aumento de 4% na energia elétrica, mas está promovendo um investimento de 36 milhões, através da Cemig, em Nova Serrana, lembrou o Deputado Fábio.

Na oportunidade, outros pontos foram levantados, como os piques de energia que afetam nossas empresas e os inúmeros desligamentos de energia em horários comerciais. O olhar diferenciado que Nova Serrana merece, por gerar tantos empregos e ser um município que fomenta a economia de Minas Gerais e do país, também foi exposto.

 

 

 

© 2009-2018. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.