Criminosos assaltam residência em Nova Serrana

Suspeitos renderam uma adolescente de 14 anos e ameaçaram sequestra-la caso as vítimas não entregassem dinheiro

Uma quadrilha invadiu uma residência na zona rural de Nova Serrana no último domingo (15) rendeu uma adolescente de 14 anos e sob ameaças anunciou o assalto. O grupo fugiu levando aparelhos de televisão e cervejas. Os suspeitos foram detidos pela Polícia Militar (PM).

Segundo a assessoria de comunicação da PM, o crime foi registrado no Povoado de Moinhos. Uma das vítimas, de 44 anos contou que seis pessoas chegaram na residência e renderam sua filha de 14 anos. De acordo com a vítima, os criminosos eram violentos, portavam armas e passaram a ameaçar a garota afirmando que se não fosse entregue dinheiro e uma arma que estaria na residência, eles sequestrariam a adolescente.

Após a ação, o grupo fugiu levando dois aparelhos de televisão, uma corrente de ouro e cervejas. Durante rastreamento, os militares encontraram uma caminhonete com queixa de roubo e o veículo foi abordado. Dentro do carro os policiais encontraram dois celulares, uma faca, três relógios e um perfume importado.

As vítimas reconheceram os suspeitos que estavam no veículo, bem como os celulares que eram das vítimas. Os policiais estiveram no Povoado de Boa Vista, onde localizaram uma motocicleta usada pelos criminosos. O veículo estava estacionado em frente à residência de um dos suspeitos, de 19 anos. Ele e a namorada de 14 anos foram detidos. Ambos assumiram participação no crime.

Em conversa com as equipes, o casal entregou um revólver calibre 22 com dez munições intactas e uma réplica de pistola.

Os suspeitos de 28 anos, dois de 17 anos, um de 19 anos e dois adolescentes de 14 e 17 anos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil (PC), juntamente com o material apreendido. Os veículos foram levados ao pátio credenciado.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2018. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.