CRÍTICA: Loja de Unicórnios: Divide opiniões, mas mensagem é positiva

Brie Larson atua e dirige, e dupla com Samuel L Jackson é refeita.

CARLOS HENRIQUE MONTEIRO.

Loja de Unicórnios, filme dirigido por Brie Larson, protagonizado por ela mesma, e contracenado com Samuel L Jackson, conta a história de Kit (Brie Larson), que fracassou na faculdade de Artes e agora tenta a vida trabalhando numa agência de publicidade. 

Infeliz, depressiva, e com personalidade infantil, ela encontra no dono da loja de unicórnios (Samuel L Jackson), a esperança de encontrar um unicórnio e seus sonhos serem realizados. 

Definiria como um filme surrealista. Muito se foi questionado a personalidade de Kit ao longo da trama, ou talvez o desenvolvimento do filme, que na opinião de alguns enrola para chegar no clímax. 

Mas eu acredito que o principal objetivo tanto de Brie diretora, como de Brie atriz, era entregar uma mensagem de esperança e autoestima. 

A parceria entre ela e Samuel para mim funcionam. Claro que tudo muito diferente de Capitã Marvel e Nick Fury, mas você sente aquela "química" que há entre eles presente neste filme. 

Acredito que é um filme para quem se permite viajar no mundo de fantasia. Não é um filme que vai demonstrar tudo como acontece na realidade, é um filme que te permite sonhar com o desconhecido e com o irreal. A própria personalidade da Kit é uma personalidade muito difícil de se encontrar no dia a dia do mundo normal. 

Se você souber entender a mensagem proposta pelo filme e que tudo dentro do universo da trama faz sentido para aqueles acontecimentos específicos, você vai conseguir apreciar a obra. 

Caso contrário, e que você busque uma trama que seja 100% voltada para a realidade, e que fantasia e surrealidade não te agradem, talvez esse filme não seja para você. 

A obra está disponível no sistema de streaming Netflix. 

De 0 a 10, nota 7.

 

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.