terça-feira, 13 de Março de 2018 16:20h Atualizado em 13 de Março de 2018 às 16:37h. João Victor Silva

Manifestantes cobram esclarecimentos de Ademir sobre sacrifício de animais

Em seu último pronunciamento o edil deu a entender que os animais que estão nas ruas de Divinópolis seriam sacrificados

Na reunião dos vereadores desta terça (13), defensores dos animais de Divinópolis estiveram presentes na sessão para pedir esclarecimentos ao vereador Ademir.

A manifestação se deve ao pronunciamento do vereador na reunião da última quinta (08), onde o edil deu a entender que os animais que estão nas ruas seriam sacrificados pela operação “Pega Animal”.

Iris Moreira, que compareceu à reunião representando a Sociedade Protetora dos Animais de Divinópolis (SPAD), afirma que o vereador foi infeliz ao afirmar que haveria matança de animais de pequeno, médio e grande porte.

Segundo ela, o Centro de Referência de Vigilância em Saúde Ambiental (Crevisa), responsável pela castração de animais de estimação do município, está sem prestar nenhum tipo de serviço, e também está com a folha de pagamento lotada na pasta da secretaria de saúde.

“Não sei de onde ele tirou essas informações. Nós estamos aqui no sentido de ouvir um esclarecimento dele, porque não vamos permitir que as coisas ocorram assim, simplesmente ordenar a matança, não é por aí quando se tem verba do governo federal para fazer a castração”, declarou.

Justificativa

Em seu pronunciamento na tarde de hoje, o vereador se desculpou com os manifestantes, alegando que suas palavras foram mal ditas na última quinta.

Ele afirmou que sua intenção era apenas alertar seus amigos e cidadãos para que não deixassem seus animais nas ruas, evitando que sejam presos pela prefeitura. Sobre a questão do sacrifício, ele declarou que não inventou esta ideia, mas que ouviu de alguém.

Ademir também pediu desculpas ao pessoal de Formiga pela interpretação errada que foi feita.

 “Na minha fala de quinta feira eu desejava alertar meus amigos para cuidarem de seus animais, que podem ser sua fonte de renda, para não ficarem na rua e que fossem presos pela prefeitura, que está com este projeto. Eu quero pedir desculpas pelo mau jeito. Algumas palavras mal ditas que hoje temos que retratar aqui”, anunciou o vereador.

© 2009-2018. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.