terça-feira, 3 de Dezembro de 2019 19:05h Atualizado em 4 de Dezembro de 2019 às 08:28h. Ilidio Luciano

Prefeitura irá limpar lotes sujos e cobrará a conta dos proprietários, avisa o vereador Ademir Silva.

Donos de lotes de Divinópolis terão de limpar os imóveis, sob risco de pagarem a conta para o município.

ILÍDIO LUCIANO

Os proprietários de lotes da cidade terão uma preocupação a mais, no que diz respeito a limpeza dos imóveis de suas propriedades; a Prefeitura irá identificar os lotes sujos, realizará a limpeza dos mesmos, mas o valor empenhado será cobrado do dono do lote.

A informação foi passada para a população na reunião desta terça-feira da Câmara Municipal, pelo vereador Ademir Silva.

“Nesta quinta-feira começará a fiscalização, a visita dos fiscais irá começar pelas áreas que apresentam maior risco de contaminação do Aedes Aegipty. Então fica aqui o alerta, para que os proprietários de lotes fiquem atentos, porque a prefeitura irá limpar, mas não será de graça, vai ser cobrado do dono do lote”, alerta.

O vereador fez questão de alertar, para que os proprietários não se assustem quando a conta da prefeitura chegar.

“Estou fazendo esse alerta, para que quando a conta chegar, o proprietário vai achar um absurdo, porque se ele contratar uma pessoa para limpar, ou ele mesmo fizer a limpeza, irá ficar muito mais barato. Então fica esse alerta para os donos de lotes, para que façam a limpeza de seus lotes, porque quando a prefeitura começar a limpar, a conta vai chegar”, avisa.

TRILHOS DA VLI

O vereador aproveitou para falar também do compromisso da empresa VLI, para a limpeza das margens dos trilhos que são utilizados pela empresa, que pode servir inclusive para abrigo e fuga de marginais.

“Nós temos uma Lei aqui em Divinópolis, que obriga a VLI, que utiliza os trilhos ferroviários da nossa cidade, de manter os trilhos limpos; então eu chamei a atenção da empresa, para que faça a limpeza dos trilhos que ela utiliza na cidade, porque com o mato alto à beira dos trilhos, pode facilitar para a criminalidade”, conclui.

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.