quarta-feira, 16 de Maio de 2018 09:03h Portal Gazeta do Oeste

Dupla desacata policiais dentro da delegacia de Divinópolis

Suspeitos defendiam um familiar de 25 anos que havia sido preso por mandado de prisão em aberto

Durante a noite dessa terça-feira (15), a Polícia Militar de Divinópolis realizava patrulha de rotina pelo bairro Dona Rosa quando abordou um homem em atitude suspeita e constatou que tratava-se de um foragido da justiça. Ao realizar a prisão do acusado Duílio da Siva Fortunato, de 25 anos e sua transferência até a delegacia de polícia, o homem foi acompanhado por sua esposa e por seu cunhado.

Na delegacia, familiares insatisfeitos com o trabalho da Polícia Militar proferiram ofensas e desacatos contra os militares, alegando que os policiais são covardes e que forjam provas contra pessoas inocentes. Diante dos fatos, a acusada M.S.S. de 23 anos e o acusado A.S.F. de 24 anos receberam voz de prisão dentro da própria delegacia.

O foragido capturado, Duílio da Silva Fortunato, possui extensa ficha criminal, com acusações de agressão contra mulher, posse ilegal de arma de fogo, entre outras. Em 2016, Duílio foi preso com armas e drogas por uma guarnição de Sargento Elton, atualmente vereador em Divinópolis.

Desacato

O Desacato, é considerado um crime previsto pelo Código Penal Brasileiro em seu art. 331 que, segundo a constituição brasileira, consiste em desacatar, ou seja, faltar com o respeito para com um funcionário público no exercício da função ou em razão dela.

Fonte - Sistema MPA de Comunicação 

© 2009-2018. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.