sexta-feira, 9 de Fevereiro de 2018 13:01h Cruzeiro

Egídio valoriza a qualidade das peças de reposição no elenco celeste

O elenco cruzeirense voltou aos treinamentos na manhã desta quarta-feira, na Toca da Raposa II. Foi a primeira atividade da semana para os titulares no campo, antes os trabalhos foram realizados na academia do centro de treinamento. Na sexta-feira, a equipe vai a Governador Valadares enfrentar o Democrata pela sexta rodada do Campeonato Mineiro.

Mano Menezes ainda não definiu a equipe que viajará com a missão de manter a liderança absoluta e invicta do estadual. O técnico celeste promoveu algumas mudanças no elenco durante o coletivo, como as entradas de Digão e Marcelo Hermes, nos lugares de Murilo e Egídio.

Egídio, que disputou todos os jogos até o momento, mostrou-se disponível para estar em campo, mas apoiará qualquer alteração realizada pelo treinador celeste.

“O Cruzeiro em qualquer torneio que entra para ganhar. Começamos bem, e temos que terminar bem. Esperamos e trabalhamos para que isso ocorra. O time que saiu jogando no último jogo, hoje que vai para campo. Estamos sempre à disposição, todos nós, quem ele quiser colocar ou preservar, estaremos à disposição do treinador”, disse Egídio.

“Ele veio para nos ajudar, excelente jogador, lateral-esquerdo de força, qualidade. A hora que ele entrar, todos vamos apoiar. Estamos em um próprio objetivo de ter conquistas. Estou bem, tenho me cuidado bastante no extracampo. O Mano coloca no campo, conversa com a gente, mas até agora não falou nada. Se ele achar tem que dar uma preservada ou jogar, estarei à disposição. Estou bem para jogar, mas se tiver que segurar vamos dar força a quem seja, o Marcelo ou quem jogar”, declarou Egídio sobre Marcelo Hermes, que treinou como titular nesta quarta-feira.

Egídio aproveitou a coletiva de imprensa para valorizar o elenco celeste. Segundo o lateral, o Cruzeiro tem peças muito produtivas em todos os setores e que são mostradas nos números da equipe nesse começo do Campeonato Mineiro, como a liderança invicta, o ataque mais positivo e a defesa menos vazada.  

“O elenco está mostrando muito capaz, tanto que dos nove gols na disputa, seis vieram de assistências e todas de atletas diferentes. No domingo, você viu o Edilson passando, olhando, esperando, pois, os adversários estão preocupados com o Fred. A gente visa a entrada dos meias e dá para caprichar mais para terminar em gol”, finalizou.

 

© 2009-2018. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.