sexta-feira, 11 de Agosto de 2017 08:35h Rodrigo Fonseca /Superesportes

Blindagem, planos do treinador: o caminho para resgatar Robinho no Atlético em 2017

Atacante tem sido principal alvo de cobranças entre os jogadores do clube

Principal contratação, artilheiro do futebol brasileiro, referência na equipe. Esse é o Robinho de 2016. Em 2017, o atacante vive outro momento. Os gols e assistências viraram raridade. Em meio a tudo isso, uma crise técnica no time, abalado por eliminações na Copa do Brasil e Libertadores, além de campanha frustrante no Campeonato Brasileiro. Entre os jogadores do clube, Robinho virou o principal alvo de cobranças dos torcedores. Foi para a reserva. No Atlético, todos reconhecem a qualidade e a dedicação do experiente atleta. Ele ainda é visto como peça importante para o Alvinegro reagir, uma vez que contratações serão difíceis.

O objetivo na Cidade do Galo é resgatar Robinho, mesmo que renovação do contrato, hoje, seja vista com distanciamento. O vínculo do atacante termina em dezembro. Até lá, ele é opção para Micale recolocar a equipe nos trilhos.

O treinador já conversou com Robinho sobre a saída do time titular e sobre os planos para que ele possa voltar a corresponder em campo. O atacante quer dar uma resposta.

“Eu tenho planos específicos para o Robinho, já falei para ele. A gente precisa do Robinho. Quantos elencos no Brasil não gostariam de ter o Robinho? Nós temos e ele vai dar para a gente o que tem condição de dar. Ele está ciente e quer dar uma resposta.”

Micale ressalta a dedicação e o comprometimento do jogador. “Confiamos no Robinho. É um cara que se dedica, treina de forma intensa. As coisas podem não estar dando certo, mas vejo nele uma entrega total. Ele não está confortável. Eles (jogadores consagrados) fizeram por merecer esse status que têm hoje. A cobrança maior cai nas costas destes jogadores que já têm um nome. Mas tem outros que também vivem um momento difícil e não têm tanta exposição. Mas a gente canaliza para Fred, Robinho, Elias. Eles sabem disso, são jogadores maduros o suficiente para saberem que a cobrança maior é em cima deles.”

Decisivo

Entre os companheiros, Robinho tem recebido apoio. O lateral-direito Marcos Rocha revela que há uma tentativa entre eles de blindar o camisa 7. “O Robinho é experiente. Estamos tentando blindar ele dentro do clube, passando energia positiva. A gente fala que ele é o jogador que pode decidir. Só ele pode sair dessa situação. Torcemos para ele recuperar o futebol o mais rápido possível para que ele nos ajude.”

Já o volante Rafael Carioca diz que é o momento de passar confiança a Robinho: “A gente conversa. Ninguém chama muito no particular, conversa mais em grupo quando a fase não está boa. Temos que passar confiança para o Robinho, ele tem contrato com o Atlético e tem que jogar. Temos que passar tranquilidade para ele fazer o melhor dele. Temos que passar tranquilidade para que ele volte a jogar bem.”

Em 2017, Robinho tem 36 jogos e sete gols marcados. Ele não marca gol desde a final do Campeonato Mineiro, quando o Atlético venceu o Cruzeiro por 2 a 1 e sagrou-se campeão. O atacante tem sete assistências no ano.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.