quarta-feira, 6 de Novembro de 2019 00:38h Carlos Henrique Monteiro

Final da Libertadores sai de Santiago e será no Peru

Situação política chilena atrapalhou os planos para o jogo

CARLOS HENRIQUE MONTEIRO

Flamengo e River Plate se encaram no dia 23 de novembro, mas o local mudou. Santiago era a sede escolhida, mas devido a conturbada situação política do país, com protestos contra o governo, o jogo passou para Lima, no Peru. 

O Estádio monumental de Lima, tem capacidade para 80 mil pessoas, contra 50 mil do estádio de Santiago. A  diferença do horário é de apenas 30 minutos mais cedo se comparado com o que estava definido para Santiago, o que a Conmebol vê como benéfico já que seria um horário interessante para passar na Europa. O jogo será as 17h de Brasília. 

Curiosamente, a final da Sul-Americana, que será realizada no Paraguai, foi cogitada para Lima, mas a Conmebol vetou alegando questões de "organização'. 

A Conmebol divulgou em nota, que conversará com companhias áereas para renegociar valores e tarifas mais baixas para o jogo, e devolverá o ingresso de quem já tinha adquirido entradas para o jogo no Chile

Veja o que foi divulgado oficialmente pela entidade no site oficial:

"Com a mudança de sede da final única para a cidade de Lima, e considerando que os torcedores de ambas as equipes podem manter ou mudar suas decisões de viajar, a CONMEBOL estabelece as seguintes modalidades:

A) CONMEBOL devolverá 100% do valor das entradas aos torcedores que tenham comprado por meio da forma de pagamento pela qual realizaram a compra.

B) Aos mesmos torcedores se emitirá um novo código, que lhes dará direito de preferência de compra em até 72 horas. Após o prazo, o código ficará inválido, e as entradas serão colocadas à venda para o público geral."

Confira mais respostas da coletiva realizada em Luque:

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol

- Todos reunidos aqui estivemos trabalhando arduamente para avaliar todas as situações. Depois de conversarmos com a ministra do Chile Cecilia Perez, tomamos uma decisão em consenso de mudar a final única para Lima, Peru, no dia 23 de novembro.

- Quero agradecer ao povo chileno e ao presidente da ANFP, Sebatian Moreno, por ter feito todo o possível. Lamentavelmente não foi possível. Queremos agradecer ao presidente Vizcarra, que deu todas as garantias para que se possa jogar em Lima, no Peru.

 

 

 

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.