quinta-feira, 22 de Agosto de 2019 22:33h Ilidio Luciano

River Plate vence o Cerro Porteño por 2x0 e pode reeditar final de 2018 contra o Boca Jrs.

Time argentino leva boa vantagem para o Paraguai e pode perder por um gol de diferença.

ILÍDIO LUCIANO

O jogo que decidiu a Taça Libertadores da América de 2018, pode voltar a acontecer em 2019, mas pelas semifinais da competição e envolve ninguém menos do que os maiores clubes argentinos, Boca Júniors e River Plate.

Fechando as partidas de ida das quartas de final, o River Plate venceu nesta quinta-feira (22/08), o Cerro Porteño do Paraguai por 2x0, em jogo realizado no estádio Monumental de Nuñes em Buenos Aires.

Os gols dos argentinos foram marcados de pênaltis, um aos sete minutos do primeiro tempo, quando o zagueiro Larrivey acertou a canela do atacante De La Cruz e com o auxílio do VAR, o árbitro central Victor Carrillo marcou a penalidade que foi convertida em gol por Ignacio Fernandez.

Com 70% de posse de bola e absolutamente dono da partida, o atual campeão da Libertadores dominou a segunda etapa do jogo e aumentou a vantagem de gols aos 19 minutos, quando o árbitro marcou outro pênalti para os donos da casa, quando o goleiro do Cerro derrubou o atacante Carrizo; Borré deslocou o arqueiro adversário e fez o segundo gol argentino.

Com a vantagem de 2x0, o River Plate pode até perder por um gol de diferença para avançar para as semifinais da Libertadores, provavelmente para enfrentar o maior rival Boca Júniors, o próximo jogo está marcado para a próxima quinta-feira (29/08), em Assunção no Paraguai.

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.