segunda-feira, 7 de Outubro de 2019 12:58h Atualizado em 7 de Outubro de 2019 às 13:20h. Carlos Henrique Monteiro

Torcedores do Cruzeiro foram agredidos no Mineirão.

Eles culpam faixa contra o atual presidente como culpada do ocorrido.

CARLOS HENRIQUE MONTEIRO. 

Um casal de torcedores da Raposa levaram para o Mineirão uma faixa escrito 'Fora Wagner Pires", em protesto contra o atual momento da Raposa. E por esse motivo, foram agredidos, de acordo com eles. 

Igor Henrique Salles Magalhães, de 31 anos, e a esposa Bárbara Fonseca de Novaes, de 32, foram as vítimas. No BO registrado na Policia , lê-se o seguinte relato. 

 “O senhor Igor sofreu uma lesão na unha do polegar da mão esquerda, um arranhão no braço esquerdo, um hematoma no braço esquerdo e um chute na região das costas. Já a senhora Bárbara sofreu dois hematomas no braço direito”,  lê-se no registro policial.

Os torcedores relataram que um dos agressoeres chamava Diego, e o Cruzeiro negou que tenha algum segurança com esse nome. A Minas Arena informou por meio de nota, que "existe um procedimento padrão, já de conhecimento das torcidas, para a entrada de faixas no estádio que não sejam as de manifestações festivas alusivas a partida"

E essa não foi a única confusão duirante a partida. Do lado de fora da Arena dos camarotes, torcedores contra a atual administração discutiram com conseleheiros que apoiam a atual diretoria. Houve empurra empurra, e o repórter tomou um soco na mão,  e deixou cair  o microfone e quebrar. 

 “Nessa confusão, tomei um soco na mão, o microfone caiu no chão e quebrou”, disse o repórter Victor Moreira. 


 

 

 

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.