terça-feira, 14 de Novembro de 2017 09:20h Agência Minas

Técnicos da SES-MG participam de oficina sobre vigilância e respostas às emergências em Saúde Pública

Objetivo da ação é fortalecer a rede estadual do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) em todo o Brasil

Referências técnicas da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) participam, nesta segunda (13/11) e terça-feira, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, da oficina “Fortalecimento das capacidades de vigilância e respostas às emergências em saúde pública".

Ministrada pelo Ministério da Saúde, a oficina já aconteceu em mais de 20 estados e tem como objetivo fortalecer a rede estadual do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) em todo o Brasil, ampliando a capacidade de detecção precoce de emergências.
 

O subsecretário de Vigilância e Proteção à Saúde da SES-MG, Rodrigo Said, ressaltou a importância da oficina (Crédito: Marcus Ferreira)

A atividade tem como público alvo os técnicos do CIEVS estadual e municipal, técnicos da Vigilância Sanitária (Visa) estadual e municipal, técnicos dos Núcleos de Vigilância Epidemiológica Hospitalar (NVEH), técnicos da Fundação Ezequiel Dias (Funed), entre outras.

“A oficina é muito importante para nós aqui em Minas, porque avalia nossa capacidade de responder a situações de emergência em saúde. Além disso, permite conhecer e discutir as orientações do Ministério quanto aos procedimentos em vigilância para evitar ou enfrentar situações de grave risco ou de crises”, disse Rodrigo Said, subsecretário de Vigilância e Proteção à Saúde.

O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) é o centro de apoio para o Ponto Focal Nacional do Brasil para o Regulamento Sanitário Internacional e realiza a captação de notificações, monitoramento, mineração de dados e análise epidemiológica de surtos e epidemias nacionais e internacionais. O CIEVS compõe a Rede Nacional de Alerta e Resposta às Emergências em Saúde Pública, que conta com 57 centros ativos em todo o Brasil, sendo: 26 Estados, 1 no Distrito Federal, em todas as 26 capitais, e em quatro municípios estratégicos.

Ações integradas

O técnico da Coordenação Geral de Vigilância e Resposta do Ministério da Saúde, Felipe Duailibe, ressaltou que a função do CIEVS é uma Vigilância complementar a outras vigilâncias e que busca integrar as ações do Sistema Único de Saúde (SUS).  

“O CIEVS utiliza mecanismos de comunicação avançada para enfrentar emergências como o bioterrorismo, desastres ambientais, mudanças climáticas, riscos químicos e radioativos em parceria com as outras vigilâncias em saúde. Procurando obter respostas oportunas e um monitoramento mais adequado”, afirmou.

Já o técnico da Coordenação Geral de Vigilância e Resposta do Ministério, Eduardo Saad, explicou aos participantes a importância do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (Episus) para capacitar os profissionais e construir respostas diante de emergências em saúde.

“Para realizar investigações de surtos ou epidemias é necessário compreender e analisar bancos de dados utilizando ferramentas da epidemiologia, desenhar estudos e descrever perfis epidemiológicos, avaliar ou desenvolver componentes de Sistemas de Vigilância em Saúde”, disse.

No primeiro momento da atividade foram discutidos ações de vigilância e resposta às emergências. Enfatizando a detecção, notificação, monitoramento, análise e resposta de situações de emergência em saúde pública. Também foi abordada a integração das ações entre CIEVS, Vigilância Epidemiológica e a epidemiologia de campo.

Na terça-feira (14/11), a oficina será encerrada com a apresentação de trabalhos elaborados pelos participantes ao longo do curso.

CIEVS em Minas

O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Estado de Minas Gerais – CIEVS Minas é o órgão coordenador das situações de crise que ocorrem no Estado, sendo responsável pelo acompanhamento dos agravos que pelo seu elevado potencial de disseminação e/ou riscos à saúde pública necessitam de acompanhamento da SES-MG.

O CIEVS Minas atua em tempo real, como rede integrada de Vigilância, Assistência e Laboratório para identificação, monitoramento e controle de eventos que ameacem a saúde da população no Estado. Disponível 24 horas por dia, sete dias por semana, o centro recebe notificações pelo E-notifica (notifica.se@saude.mg.gov.br).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.