segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2019 16:43h Portal G37

Mutirão recolhe lixo no Alvorada, Bom Pastor, Liberdade e Padre Libério.

A ação é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), por intermédio da Vigilância em Saúde Ambiental do município.

Alvorada, Bom Pastor, Liberdade e Padre Libério receberam, no sábado (09/02), o mutirão de limpeza de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da chikungunya e do vírus zika. A ação é uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), por intermédio da Vigilância em Saúde Ambiental do município.

Foram recolhidos 4 mil quilos de lixo: garrafas, vasilhas, pneus, móveis, eletrodomésticos e material inservível. Um caminhão de uma empresa de reciclagem também participou da ação, além da blitz educativa realizada no mesmo horário do mutirão, na ponte do bairro Niterói, com distribuição de panfletos e faixas de orientações aos motoristas que passaram pelo local.

Os mutirões continuarão durante todo o ano, sempre aos sábados, das 8 às 12 horas, nas principais ruas dos bairros.

Segundo o supervisor-geral no Controle de Endemias, Francis Jhonatan Salviano Sousa, a participação da população é positiva.  “As pessoas estão descartando os reservatórios em frente às suas casas e contribuindo na nossa ação”, afirmou. 

O supervisor confirmou que o mutirão atende os bairros onde há os maiores índices de infestação apontados pelo Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa). Região Nordeste registrou o maior índice (9,7%) acompanhada de Norte (7,7%), Central (7,1%) e Sudeste (6,2%). Essas regiões estão em situação de alto risco de epidemia. Já Oeste e Sudoeste registraram risco médio com 3,9% e 2,4%, respectivamente.

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.