terça-feira, 22 de Outubro de 2019 13:11h Atualizado em 22 de Outubro de 2019 às 13:22h. Ilidio Luciano

Nova Delegada de Polícia Civil para Divinópolis foi apresentada oficialmente nesta Terça-feira.

Policial garante que compromisso é de reduzir ainda mais os índices de criminalidade na cidade.

ILÍDIO LUCIANO

Ana Paula Rodrigues de Oliveira é a nova Delegada que atuará na delegacia de Divinópolis. Ela foi apresentada na manhã desta terça-feira (22/10), juntamente com os outros seis delegados recém-formados na Acadepol em Belo Horizonte e que assumirão seus postos na região.

A delegada afirma que o compromisso dela é prestar um bom trabalho pela segurança dos divinopolitanos e das pessoas da região.

“Meu objetivo é prestar um bom serviço e colaborar com a segurança pública de Divinópolis, bem como das demais cidades que fazem parte do Sétimo Departamento, com plantões e com investigação policial de eficiência, sempre contribuindo para a diminuição dos índices de criminalidade da cidade”, afirma.

Ana Paula também explicou o porquê da escolha por Divinópolis, que foi possível pela classificação alcançada no concurso público.

“Divinópolis é uma cidade privilegiada na região central do Estado, bem desenvolvida, e com a expectativa mesmo de contribuir com a segurança, espero ser bem recebida e fazer um bom serviço”, destaca.

Natural de Bonfim, em Minas Gerais, a delegada contou que já conhecia Divinópolis, por ter vindo há tempos na cidade. Ela reforça a importância de entrar em uma equipe de profissionais que conseguiram diminuir os índices de crimes violentos no Sétimo Departamento.

“Os índices de crimes violentos têm diminuído, graças ao excelente trabalho que tem sido desenvolvido pela Polícia da cidade, e a intensão é exatamente essa, trabalhar com a equipe, para que os índices caiam ainda mais, contribuindo com as investigações e o combate à criminalidade na cidade”, parabeniza e reforça.

Por assumir agora como delegada, o trabalho na Polícia Civil, Ana Paula acredita que a ambientação ao trabalho seja o principal desafio inicial da carreira.

“O maior desafio, para quem não era Policial Civil é a ambientação com a cidade, com a equipe de trabalho, conhecer as particularidades da região, mas é uma dificuldade que será encarada com muito vigor e será superada, para que possamos realizar um ótimo trabalho”, confia e termina.

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.