segunda-feira, 12 de Agosto de 2019 18:12h Atualizado em 12 de Agosto de 2019 às 18:13h. Ilidio Luciano

Prefeitura dá posse aos últimos aprovados em concurso da área da educação em Divinópolis.

Professores e assistentes educacionais são empossados, mas ainda restam vagas sem preenchimento.

Ilídio Luciano

Os últimos candidatos aprovados no concurso público da prefeitura de Divinópolis, no edital 001/2017, para os cargos de professor e assistente educacional tomaram posse hoje, no centro administrativo da prefeitura.

Com isso, todos os que concorreram para cargos da educação já foram empossados nas suas respectivas funções. O responsável por dar posse aos novos servidores públicos, foi o diretor administrativo municipal, Wilson Novais Júnior. Ele afirma que o número de empossados não supre a demanda de profissionais que a Secretaria de Educação possui.

“Hoje nós encerramos o processo de posse para os cargos de professor e assistente educacional, então hoje a gente encerra o processo e manda os empossados para a Secretaria de Educação. Não foi possível ainda, preencher a necessidade total de servidores para esses dois cargos, então a educação deve continuar com outros processos seletivos, até que se cumpra o número necessário de profissionais que a demanda exige”, garante.

Existem ainda, outros cargos que estão sendo convocados para posse dos aprovados no concurso público, como os da área da saúde, obras e administrativo. Wilson garante que esses candidatos aprovados continuarão sendo convocados para tomar posse, à medida que o município necessite desses profissionais.

“Para todos os outros cargos que foram oferecidos pelo concurso, obras, administrativo, saúde, à medida que o município tiver a necessidade de convocar esses servidores, haverá a posse de todos os candidatos aprovados no concurso público”, ressalta.

Algumas demandas judiciais atrasaram a nomeação e posterior posse dos aprovados no concurso, no entanto, o diretor administrativo cita que até o momento, a justiça considerou legais todos os atos até agora tomados pelo município, com relação ao edital do certame.

“As demandas judiciais podem acontecer a qualquer momento, e podem ser requeridas por todos aqueles que se julgarem prejudicados, mas até o momento, a prefeitura conseguiu mostrar que tudo está sendo feito de forma correta, dentro da total lisura no processo de posse desses candidatos aprovados”, conclui.   

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.