quinta-feira, 13 de Junho de 2019 13:54h Portal G37

Samu realiza transferência aérea de bebê de 10 meses picada por escorpião em Pitangui.

Um bebê de 10 meses picada por escorpião foi tranferido para Belo Horizonte pelo helicóptero da Polícia Civil . O acidente aconteceu na manhã desta quarta-feira, 12 de junho, em Pitangui. De acordo com relatos da mãe da bebê, o escorpião amarelo estava em uma rede de balanço e quando ela deitou a criança, o animal a picou nas costas.
Primeiramente a menina foi atendida na Santa Casa de Pitangui, mas lá só tinha um frasco do soro para veneno de escorpião. Como o SAMU faz a distribuição e controle desses soros para animais peçonhentos, por volta das 11:30, foi acionado e transferiu a criança para o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) em Pará de Minas, para tomar mais outros três frascos.

Como a picada de escorpião é muito perigosa para crianças e idosos, o quadro de saúde da criança se agravou durante a tarde. A equipe do HNSC solicitou uma vaga para ela no Hospital João XXIII em Belo Horizonte e foi pedido para o SAMU fazer a transferência. Como o quadro da criança estava grave, os médicos reguladores tentaram o apoio do Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros Militar (BOA) para o transporte aéreo. Devido já ser final de tarde e as equipes do BOA não fazerem voos noturnos, o Batalhão solicitou apoio do helicóptero da Polícia Civil (voa a noite) que prontamente deslocou até a cidade de Pará de Minas e juntamente com o médico, Stephan Heimann, e o Enfermeiro, Guilherme Marques, que atuam na Unidade de Suporte Avançado (USA) de Itaúna, fizeram a transferência.

O voo durou aproximadamente 25 minutos. Após repassar o caso para os médicos do Hospital, a equipe do SAMU retornou para Itaúna em uma ambulância que foi fazer uma transferência para o João XXIII.

Para o enfermeiro Guilherme Marques, essa transferência aérea foi muito importante devido ao estado da criança. “Essa ação conjunta, a disponibilidade da equipe da Polícia Civil de colaborar nesse transporte, foi de total importância para a sobrevida da criança!”, comenta emocionado.

 

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.