quinta-feira, 12 de Outubro de 2017 08:35h Pollyanna Martins

Prefeitura oferecerá 358 vagas em concurso

O edital só será publicado após a aprovação de um Projeto de Lei na Câmara Municipal, que alterará o artigo 13 do Estatuto do Servidor

A Prefeitura de Divinópolis lançará o edital do concurso, que oferecerá 358 vagas em 107 cargos até o dia 23 de outubro. Os salários variam entre R$ 1.291,51 e R$ 8.829,79. Segundo a secretária municipal de Administração, Orçamento e Informação, Raquel de Oliveira Freitas, atualmente, a Prefeitura é a maior empregadora da cidade, com 4.538 servidores e 795 estagiários. A secretária ressalta que há 10 anos o Poder Executivo não realizava concurso. “Teve um concurso intermediário em 2009, mas o último grande concurso foi feito em 2007”, conta. Raquel ainda ressalta que a atual gestão constatou um déficit grande de servidores, uma vez que 516 servidores se aposentaram entre 2013 e 2017, o que gera uma média de 103 aposentadorias por ano.

Conforme a secretária, desde a administração passada, já existia uma empresa contratada para realizar o concurso e, diante da necessidade de diminuir também o número de contratos temporários do Poder Executivo e reequilibrar o cálculo atuarial da Diviprev, foi montada a comissão para que fosse feito o certame. A empresa responsável pela realização do concurso será o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). De acordo com o presidente da comissão organizadora do concurso, Thiago Nunes, o edital será publicado no Diário Oficial dos Municípios Mineiros até o dia 23 de outubro. Conforme Thiago, o edital só será lançado após a aprovação de Projeto de Lei, que foi enviado à Câmara Municipal, que altera o artigo 13 do Estatuto do Servidor, que incluirá avaliação psicológica entre uma das etapas do concurso. “A partir de agora, há essa exigência, depois da alteração do estatuto, que seja exigida a avaliação psicológica para todos os cargos da educação”, informa.

O concurso será dividido em seis etapas para alguns cargos, as etapas serão: prova objetiva, prova discursiva, prova física, prova prática, avaliação psicológica e prova de títulos. “Todas essas etapas divergem de um cargo para outro”, explica. A previsão é que as inscrições sejam de 18 de dezembro de 2017 a 24 de janeiro de 2018. De acordo com o presidente da comissão, a variação da data do período de inscrições poderá ocorrer devido ao lançamento do edital do concurso. Segundo Thiago, é previsto que mais de 20 mil pessoas se inscrevam para o certame. As inscrições serão feitas apenas de forma online e o candidato que não tiver acesso à internet, poderá utilizar computadores disponibilizados no Centro de Atendimento ao Cidadão, na Câmara Municipal de Divinópolis; nos Centros de Artes e Esportes Unificados – Praça Céu’s; no Telecentro Santo Antônio dos Campos; e no Telecentro Candelária.

PROVA

Caso o edital seja lançado na data prevista e as inscrições ocorram no prazo estimado, a prova será realizada no dia 25 de fevereiro. Segundo o presidente da comissão, a data da realização da prova também pode ser alterada, pois há a possibilidade de a prova do concurso da Cemig ser no mesmo dia. “Mantendo essa data do concurso da Cemig, tudo indica que nós iremos pedir para que seja feita uma alteração [na data de realização do concurso]”, afirma. De acordo com Thiago, será considerado aprovado na Prova Objetiva o candidato que obtiver no mínimo 50% do total de pontos da prova, não podendo zerar em nenhuma das disciplinas.

As disciplinas das provas para o ensino fundamental são língua portuguesa, raciocínio lógico e matemático, e conhecimentos gerais. Para o ensino médio, serão as mesmas disciplinas do ensino fundamental, acrescido de noções de informática. Para os cargos de Assistente Educacional, Técnico de Enfermagem, Técnico de Enfermagem - PSF, Técnico de Higiene Dental - PSF, Técnico de Laboratório, Técnico de Nível Médio/Industrial em Eletromecânica, Técnico de Nível Médio/Segurança do Trabalho, Técnico de Radiologia, Técnico em Informática e Técnico Escolar, serão exigidos também conhecimentos específicos. Já para o ensino superior, as disciplinas serão língua portuguesa, conhecimentos gerais e conhecimentos específicos.

As provas para o ensino fundamental e o ensino superior - Exceto para os cargos de Secretário Escolar e Supervisor Orientador de Ensino, que serão realizadas no período da tarde – serão realizadas de manhã. As provas do ensino médio e técnico serão realizadas durante a tarde. A realização das provas terá duração de 3h30. De acordo com o presidente da comissão, a divisão da realização das provas foi feita para que um candidato possa disputar uma vaga tanto para o ensino superior ou fundamental, quanto para o ensino médio ou técnico. Serão oferecidas 67 vagas para o ensino fundamental, 84 para o ensino médio e 207 para o ensino superior.

Ao todo, são 191 vagas em 48 cargos para a área da saúde e 66 vagas em 12 cargos para a educação. “Esse concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois anos, e todas as vagas disponíveis serão para contratação imediata. Terminada as etapas do concurso, os aprovados já serão contratados dentro do período de vigência do concurso e de acordo com a necessidade da administração”, informa a secretária de administração.

IMPACTO FINANCEIRO

A realização do concurso estava prevista no pacote de economia anunciado pela Prefeitura em abril deste ano. Conforme Raquel, ainda não há uma previsão de economia que o concurso trará para o Poder Executivo. Segundo a secretária, em um primeiro momento, o certame impactará a Diviprev, pois haverá uma diminuição significativa de contratos temporários na área da saúde e da educação. “Esses contratos temporários têm previdência própria, eles não contribuem para a Diviprev, o que gera um déficit muito grande. A gente pretende reduzir os custos com os contratos temporários e atender o princípio da isonomia e da legalidade, que é ofertar a vaga do concurso público”, reforça.

DIVIPREV

O Diviprev também realizará um concurso público na mesma data do concurso da Prefeitura de Divinópolis. Serão ofertadas quatro vagas de agente de administração e, de acordo com Thiago, apesar de o certame não ser do Poder Executivo, todas as etapas serão feitas em conjunto com o órgão.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.