Artigos

Atropelado pela Joelma …. Calypso

Amnysinho Rachid

       Então chegamos no sábado e como não poderia ser diferente começo na feira do Esplanada que amo de paixão.

       Adoro a feira e lá tenho grandes amigos como sou frequente e sempre no mesmo horário as 6 hs da manhã, tenho o privilégio de chegar e minhas compras já estão separadas aí é só jogar conversa fora e rola de tudo, de receita aos contos rurais kkk.

      Saindo de lá rumo ao supermercado, sacolão e terminando no açougue, partiu para residência.

     Em casa já começo a receber a turma que vem buscar minhas guloseimas, e já começo a preparar meu almoço que nos finais de semana é deste que voz fala kkk.

     Logo saí com o destino de encontrar um cliente, para acabar de negociar uma locação e a coisa rolou tranquilo, apesar de demorar um pouco, não sei o porque mas acho que falo muito kkk mas faz parte.

     Ao sair notei como o transito estava caótico ou melhor isso é normal aqui na terrinha que temos que dirigir para nós e para os outros.

     Logo recebo uma mensagem da minha querida amiga Ellen, que é virada no 220 watts como eu, me enviando uma mensagem: Cadê vc? Estava acontecendo um evento, corrida, da OAB e fui convidado para participar, assim tomei o rum de lá.

    Na catedral já notei o tamanho do problema que iria enfrentar a JK estava um inferno, e vamos na fé.

    Ao chegar perto do Divishop tomei a mão da esquerda e já avistei um ônibus que estava na direita chegando no ponto, atrás dele algumas motos que aumentaram a velocidade e o cortaram passando para a pista em que eu estava, passaram e entrei neste corredor entre o ônibus e o jardim, quando sinto um grande baque e um barulho louco de trombada, continuei e olhando pelo retrovisor vejo uma moto com uma moça com uma cabeleira loira, estilo Joelma do calypso voando e caindo no chão.

     Logo pensei : Fui atropelado pela Joelma do Calypso e o que faço agora, estacionei meu carro e caminhei ao encontro da moça que estava no chão, ajudei a levantar e notei que havia raspado no asfalto e torcido o pulso, tentei leva-la ao hospital mas como era enfermeira não quis ir. Como sempre tem a turma do palpite tentando nos agredir, resolvemos chegar até o posto policial para fazer um BO.

      Nesta hora já fomos conversando e notei que a moça,  era ótima e  notou que ambos não tivemos culpa e sim foi um acidente.

      Chamamos a polícia e fomos socorridos pelo Sargento Nascimento e o cabo Paiva,  ficamos encantados pelo tratamento e com o conhecimento que nos passaram, deixo aqui meu agradecimento pela competência desta dupla.

     Mas a coisa demorou e quando cheguei no evento, com o carro batido a turma já tinha corrido e vazado kkk na próxima já vou sair de casa correndo, acredito que será mais seguro, imagina se a moda pega e sou atropelado pelo Tcham no Hawai kkkk

    E continuamos aqui a realizar sonhos, precisa de um imóvel eu tenho para você, precisa vender o seu imóvel eu tenho o cliente certo para ele… só ligar 37 99963 2807.                                   

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.