Artigos

Coisas da terrinha

Amnysinho Rachid

      Nossa querida terra do Divino é sempre acolhedora com as pessoas que aqui chegam, por ser uma cidade nova, teve seu desenvolvimento contando com esta mão de obra flutuante.

    Mas a grande maioria, até mesmo os nascidos aqui, não sabem como começamos.

    Nossa querida cidade começou com um fugitivo, nos meados de 1710 quando o governador de Minas, Antônio de Albuquerque, intimou os Candidés a serem proscritos voluntários a se afastarem de Minas, então vieram a se esconder em nossas terras entre Barbacena e Pitangui, depois de muito rodar encontraram a cachoeira grande que na época era denominada como passagem do Itapecerica, aquela que conhecemos com a cachoeira da ponte do Niterói.

Após 20 anos acontece a anistia do governo para esse povo, Candidés, dali um tempo o primeiro morador constrói a primeira capela em homenagem á São Francisco de Paula, isso em 1737.

  Em 1.770 acontece a primeira doação de terras feita pelo estado e decretada em Mariana, sendo 40 alqueires de terras e um lote de casas para igreja do Divino espirito santo e São Francisco de Paulo. Em 1800 a família dos barroques se instalam perto da cachoeira onde marcam um desenvolvimento e começaram as festas da cavalhadas. 1813 é feita o primeiro levantamento topográfico da cidade.

 Em 1830 acontece um incêndio na Igreja da Matriz. 1833 acontece a criação da primeira agencia postal.1834 acaba a reconstrução da igreja da Matriz.

Em 1839acontece a criação do distrito do Espirito Santo do Itapecerica, sendo criada também a paróquia.

Em 1841 passamos a pertencer a vila de São Bento do Tamanduá, hoje Itapecerica. 1850 acontece a criação da primeira escola primária e é construída a Igreja de Nossa Senhora do Rosário. 1860 é aberta a primeira farmácia , 1865 foi eleito o Padre Guaritá como deputado provincial. 1883 morre o padre Guaritá.

1890 É inaugurado a primeira estação ferroviária acontecendo a chegada da estrada de ferro Oeste de Minas.

1893 construção da primeira escola pública feminina. 1910 acontece o início da construção das oficinas da Rede e a inauguração do trecho da estrada férrea de Belo Horizonte a estação Henrique Galvão, onde aconteceu o grande movimento que transformou nossa terra.

1911 chega a terrinha o padre Matias Lobato.

1912 no dia primeiro de Junho é instalado o Município de Divinópolis.

      E assim dali para frente ganhamos gás e viramos esta locomotiva mineira, respeitada em todo pais, que se reinventa a cada dia através desse seu povo guerreiro, que não tem medo de ir á luta e a cada dia de crescer mais….Viva nossa Divineia desenfreada…

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.