Artigos

Crer para ver!

Ômar Souki

Percebemos a realidade através de nossas crenças e valores. Para que as coisas aconteçam em nossa vida é preciso primeiro acreditar que serão possíveis. Se alguém acha que algo é impossível, aquilo se torna impossível para ele—não porque seja de fato algo inatingível—mas porque ele não acredita naquela possibilidade. “Porque, a todo aquele que tem, muito lhe será dado, e terá em abundância. Mas daquele que não tem, até o que tem lhe será tirado” (Mateus 25, 29). Nessa passagem, a expressão “a todo aquele que tem” está se referindo à convicção da pessoa, isto é, àquele que acredita, “será dado mais, e terá em abundância”.

Essa afirmação de Jesus, aconteceu no contexto da parábola dos talentos, na qual um patrão distribui talentos a três empregados. A um dá cinco, a outro dois e a um terceiro, um. Distribuiu o dinheiro de acordo com a capacidade de cada um. E, ao voltar, os que tinham recebido cinco e dois, haviam dobrado seus talentos. Mas, o que havia recebido um, não o fez render nada. Devolveu o talento como o havia recebido. Por isso, o patrão tomou-lhe o dinheiro e o deu àquele que tinha dez.

Somos abençoados com diferentes capacidades (talentos) que podem ser ou não desenvolvidas, dependendo de nossas crenças. Temos sonhos relativos ao nosso desenvolvimento emocional, espiritual, mental e material. São visões relativas a ter um bom relacionamento com os amigos e a família, a ter maior aprofundamento na espiritualidade, a obter determinada formação acadêmica e a desfrutar de conforto material. Qual é a diferença entre os que conseguem realizar essas visões de prosperidade e os que não conseguem? As crenças. Quando a pessoa não acredita faz a seguinte afirmação: “só vou acreditar quando acontecer”.

De fato, ter um desenvolvimento equilibrado nas principais áreas da vida é algo ambicioso, mas não impossível. Os que acreditam que podem partem para a luta, mas os que “estão esperando ver para crer”, ficam esperando, isto é, não agem, perdendo, assim, a oportunidade de se realizar em todos os sentidos.  

Qual é a lógica por trás disso? Quando acreditamos em nossos sonhos, criamos uma poderosa visão de futuro. Projetamos em nossa mente filmes positivos de nossa vida. Essas imagens nos motivam para a ação focada no que desejamos ardentemente e os resultados aparecem. Para facilitar ainda mais o processo, escrevemos em detalhe sobre as coisas que almejamos e identificamos alguém que já tenha atingido aquele estilo de vida, em cada uma das áreas importantes da vida (emocional, espiritual, mental e física). Pode ser alguém de nosso convívio, ou uma pessoa da qual conhecemos a história ou lemos a biografia. No que aquela pessoa acreditava? Quais eram os seus valores? O que fez para realizar os seus sonhos?

Ao criarmos uma visão de mundo favorável e acreditarmos firmemente nela, passamos a identificar no ambiente possibilidades de crescimento pessoal. Mas, se não tivermos a convicção de que nossos objetivos serão atingidos, enfraquecemos o ímpeto de nossas ações e as chances de atingi-los. Por isso, é tão importante crer primeiro, para ver depois.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.