Artigos

SINERGIA

Por Marcos Fábio G. Ferreira

             O trabalho em equipe é, sempre foi e será muito exaltado no mundo empreendedor. Os motivos disso? Bom, eu poderia aqui enumerar uma lista de motivos, mas, vou focar em apenas 1: alcançar metas!

             A meta é a mais mobilizadora de todas as características empreendedora, pois, é a partir dela que planejamos, buscamos informações, contratamos pessoas dentro de um determinado perfil etc. As metas, precisam ser pensadas no planejamento da empresa, que, por sua vez, deve ter sido construído com base em informações (fatos e dados) e com a participação das lideranças. Assim, lideranças alinhadas à um mesmo objetivo, com boas informações e com um bom plano, nos proporcionará trabalhar com o melhor das pessoas e da equipe.

             Já que a meta é tão importante e, para alcançá-las, precisaremos das pessoas, precisamos tratar aqui de um fenômeno que pode e dever ocorrer quando estamos trabalhando em equipe: a sinergia!

             Por definição, a sinergia acontece quando “o todo é maior que a soma das partes”, ou, se preferirem, 2 + 2 > 4. Isso significa que, um grupo coeso, unido por uma mesma meta e dotada de um bom plano, consegue gerar mais resultado que a soma individual das partes que compõe o grupo.

                Me lembro agora de um exercício que já participei em um curso que fiz há muito tempo. Neste exercício, a nave espacial de uma equipe acaba de realizar um pouso de emergência na lua. A equipe tem por objetivo se encontrar com a nave capitânia há mais de 300 km de distância na face voltada para o Sol. Neste exercício em que a nave foi quase totalmente destruída durante o pouso de emergência, a sobrevivência da tripulação depende de vocês chegarem à nave capitânia. Resta para a equipe apenas 15 peças e a sua tem que escolher os objetos mais importantes para vencer os 300 km que separam da nave capitânia. Neste exercício, há uma fase individual e depois uma fase em grupo. Na grande maioria das vezes, os resultados da priorização dos itens gerar melhor resultado que na fase individual, MESMO NÃO TENDO NINGUÉM NO GRUPO EXPERT EM LUA.

Podemos comparar a SINERGIA com o valor gerado por um automóvel esportivo, por exemplo. As partes mecânicas, elétricas, hidráulicas, eletrônicas e de acabamento, quando separadas, são somente peças ou partes, mas, quando agrupadas de forma harmônica, produz o prazer em dirigir. A pergunta que fica é: qual é a peça responsável pelo prazer? A resposta simplesmente não existe, pois, o prazer nasce da sinergia entre as partes. O prazer em dirigir não é somente feito pelo motor, nem somente a suspensão, nem o banco e o volante, mas, o resultado de todas as partes.

Agora que você pode refletir sobre essa palavra tão intrigante, você pode estar se perguntando: como levar a minha equipe à uma boa sinergia? Preparei então algumas dicas:

  • Tenha um objetivo claro e divida-o com sua equipe;
  • Crie um clima para lideranças situacionais possam despontar, independente do cargo;
  • Foque no consenso e jamais na votação. Na votação há perdedores e ganhadores, no consenso, todos ganham;
  • Estabeleça prioridades com a equipe;
  • Flexibilidade é importante;
  • Incentive cada um a perder o medo de se posicionar e de argumentar;
  • Fique de olho no tempo, que é um fator importante em qualquer atividade;
  • Monitore o resultado e divida-o com a equipe mostrando, de preferência, qual seria o resultado se a tarefa não tivesse sido feita em equipe.

Quando uma equipe não trabalha a partir desses princípios, a sinergia terá dificuldades em aparecer.

Por fim, peço que olhe ao seu redor e pense na beleza da sinergia e o quanto estamos cercados de coisas sinérgicas. Uma rosa sozinha é uma rosa, mas num buquê, podem gerar reconciliação. Tecido, linha e botão são apenas partes, mas que, num vestido produzem beleza. Cadeiras, palco, iluminação e um ator juntos podem produzir emoções, e, UM TEXTO SIMPLES COMO ESSE, PODEM PRODUZIR TRANSFORMAÇÕES.

Bom final de semana a todos!

#NRF #EUROSHOP #GESTAODEPESSOAS#SINERGIA#LIDERANÇA

*Marcos Fábio é consultor de empresas, empresário e conselheiro de administração com 22 anos de mercado. É colunista do portal G37 e escreve temas ligados ao mundo corporativo.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.