Artigos

SOFRIMENTO E SACRIFÍCIO

Por Marcos Fábio G. Ferreira

O mundo empreendedor não é nem de longe o mundo glamuroso daqueles megaempresários das novelas, que mal trabalham e vivem a gastar os seus milhões em viagens, joias caras e idas e vindas para casas de veraneio em seus helicópteros. Que esse tipo existe, certamente, mas, de uma forma mais escassa.

A grande verdade é que o Brasil e o mundo, em termos de quantidade de empresas, é formado muito mais por pequenos e médios negócios que por grandes corporações, e, é justamente por isso que empreendo essa reflexão de hoje.

Tanto empregados quanto empreendedores sofrem a pressão do dia a dia de um negócio. Se por um lado os empregados precisam bater ponto, cumprir tarefas, bater metas, fazer o trabalho sob a supervisão de um chefe, nem sempre boa praça, de outro lado, os empreendedores arriscam seu capital e seu pescoço nesse negócio chamado empresa.

A COVID veio e ninguém quis saber sobre como eles iam pagar suas contas, folhas de pagamento, aluguéis, impostos etc. A balança destoa tanto, que, para as pessoas foi dado o auxílio emergencial, mas, para as empresas de pequeno e médio porte foram empréstimos e prorrogações. Nada de doação! Só que agora a conta chegou! A carência venceu, o prazo de prorrogação passou e a pergunta que fica é: se já estava difícil em pagar as contas antes da pandemia, com o mercado dentro de uma normalidade, como fica agora, onde, além das despesas regulares do mês, ainda temos de pagar o que foi emprestado ou postergado?

Não estou aqui para fazer o papel de advogado deste lado ou daquele, apenas para dizer que, em ambos os lados há SOFRIMENTO. Cada um sofrendo de um jeito, mas, sofrendo!

Segundo site www.sinonimos.com.br , sofrimento está ligado a aflição, desgosto, angústia, preocupação, amargura, tormento, penar, ansiedade, suplício, tristeza… enfim, sentimentos!

Por outro lado, e, respeitando todos os SOFRIMENTOS, sabemos que o mundo empreendedor é feito de AÇÃO, de PLANEJAMENTO e de SACRIFÍCIOS. Somente pela natureza das palavras, já podemos ver uma grande diferença: enquanto SOFRIMENTO é um sentimento, SACRIFÍCIO é uma ação, um comportamento!

No mundo empreendedor, ou mesmo na vida pessoal, ficar dando ouvidos ao SOFRIMENTO vai, no mínimo, fazer você mais infeliz. O SOFRIMENTO te coloca pra baixo, te faz ficar inerte, e, muitas vezes, sentindo pena de você mesmo. Já o sacrifício, te conduz ao esforço acima da média e traz para você a AUTORRESPONSABILIDADE, afinal de contas, se você quer alguma coisa, faça o seu SACRIFÍCIO para conseguir.

Embora possa haver exemplos de pessoas que “chegaram lá” sem sacrifício, a maioria das pessoas conquistam as coisas pelo SACRIFÍCIO! Não pense que Senna, Madre Teresa, Elon Musk e tantos outros chegaram lá sem SACRIFÍCIO! E saiba que não basta se sacrificar só para chegar. Há que se ter SACRIFÍCIO para manter, pois, se você relaxar demais, pode voltar ao estágio inicial.

Pois bem, mesmo antes da pandemia, vi muitos empreendedores sofrendo, mas nem todos dispostos a fazer sacrifícios. Muitas empresas já vinham sofrendo com seus resultados, e, a pandemia, foi só o empurrão que faltava. O interessante é que, após instalada a pandemia, alguns resolveram de fato fazer SACRIFÍCIOS. Para uns funcionou e para outros, já era tarde demais!

O texto de hoje é para que você possa refletir. Se estiver sofrendo, pergunte-se: qual é a dose de SACRIFÍCIO que estou tendo para evitar o meu SOFRIMENTO? Ah, e não vale confundir os conceitos, pois tem gente por aí, chamando SOFRIMENTO de SACRIFÍCIO, pois, segundo o mesmo site www.sinonimos.com.br, SACRIFÍCIO é aquilo que exige esforços e trabalhos. Vejo muitos dizendo que estão se sacrificando, quando no fundo, estão apenas sofrendo.

Vejo muitos sofrendo por serem obesos, por venderem pouco, por ganharem pouco, por ter despesas elevadas, mas, poucos, verdadeiramente se sacrificando para mudar isso. O livre arbítrio é nosso, a vida é nossa e não vai ser um governo, um pai, um amigo ou parente o responsável por mudar a sua vida.

Por fim, se fôssemos colocar o SACRIFÍCIO numa escala de 0 a 10, tenho visto gente fazendo 4, pensando e acreditando que está fazendo 10. Toda e qualquer ajuda é bem-vinda, mas, o SACRIFÍCIO tem de ser seu! Fica a dica.

#NRF #EUROSHOP #GESTAODEPESSOAS#COMPRTAMENTOEMPREENDEDOR

*Marcos Fábio é consultor de empresas, empresário e conselheiro de administração com 22 anos de mercado. É colunista do portal G37 e escreve temas ligados ao mundo corporativo.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.