A paradinha para respirar ... continua...

          

 

         Neste meu último conto que narro numa força de um desabafo sobre nossa câmara municipal, de como não somos e nem sabemos como deveríamos agir na plataforma política.

      Coloquei o quanto deveríamos ser mais presentes e entendidos no assunto da legislação municipal, saber ao certo qual a função do prefeito e dos vereadores dentro de uma cidade.

      Coloquei também que nós os cidadãos que pagamos os impostos e que vivemos sobre as leis do município e que estamos sobre a tutela dos vereadores, que tem a função de criar, extinguir e emendar as leis, e que não cobramos e nem sabemos como isso acontece.

     Logo após ser publicado este meu conto recebi vários comentários, muitos prudentes outros nem tanto, mas o mais importante senti que uma grande quantidade de pessoas manifestaram a vontade de participar.

    Notei que a coisa não esta tão longe ou tão difícil de realizar, que tem muito gente com vontade de ver grandes mudanças e de participar dessa nova era.

   Para isso achei muito valido a idéia da minha amiga Flavia de começarmos a nos organizar para este novo pleito e criar um grupo que enfrente as reuniões dos vereadores, que estão lá através do nosso voto, para nos representar.

   A idéia esta lançada, um grupo de pessoas de qualquer parte da sociedade,cor, raça, credo e tudo mais que tenha a mesma vontade de ver as coisas acontecerem e de sabermos como e quando isso vai acontecer.

   Acredito, mesmo sendo jargão, que juntos somos fortes e conseguiremos alavancar nossa cidade.

  A idéia esta lançada e esperamos que na primeira reunião do novo mandato da câmara estejamos juntos lá, ocupando o espaço que é nosso por direito e dever.

    E continuo aqui sendo feliz... TOK EMPREENDIMENTOS Rua Cristal 120 , centro.                 

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.