MERGULHEI NO MUNDO DA TERRA PLANA

No domingo dia 10 de novembro aconteceu a primeira convenção de terraplanistas no Brasil, a FlatCon. Segundo notícias, cerca de 400 pessoas pagaram para participar do evento.

Sempre fui muito curioso a respeito de teorias que contestam verdades científicas como a forma do planeta ou as viagens espaciais. Por volta do ano 1999 ou 2000 ouvi de um conhecido, pela primeira vez, afirmações sobre a “mentira do homem na Lua”. Terraplanista mesmo não topei com nenhum por aí ainda – pelo menos nenhum que assim se revelasse.

Quando li sobre a FlatCon, resolvi ouvir um pouco do que essa galera fala e fui assistir os vídeos de seus principais expoentes no Youtube. Aliás, esse é o primeiro passo de todo adepto da referida hipótese... que medo! Arrisquei e usei sem moderação.

Aprendi que os negacionistas do globo também detonam a ida do homem à Lua. Em seus canais há até vídeos que revelariam que o pouso da Apolo 11 foi filmado num estúdio de cinema em Hollywood. Adicionalmente, são criacionistas, não acreditam na teoria da evolução de Darwin. 

O principal sustentáculo de seu conceito é a existência de interesses governamentais e corporativos em esconder a verdadeira forma da Terra. O tempo todo afirmam que “eles querem esconder a verdade”; “eles nos enganam”; “eles não permitem que nós cheguemos à beirada do planeta pra comprovar...”.

Só não explicam quem são “eles”. Seria um complô das grandes potências? Não dizem, apenas insistem no misterioso e atrativo termo especulativo.

Aspectos religiosos permeiam suas alegações. Além de defensores da teoria da criação, forçam a barra pra assustar as pessoas. Chegam ao ponto de dizer que o nome da agência espacial norte-americana, NASA, seria derivada do feminino de Satanás. Satanasa, vejam só que criativo!

Fazendo uso de explicações quase infantis, criativas, imaginativas e despidas de sustentação técnica, os terraplanistas garantem se basear em “empirismo” e “tudo que possa ser provado, medido”. Contraditoriamente, atacam todas as provas acumuladas pela ciência ao longo de cinco séculos.

Defensores da terra plana não convencem muita gente atenta, pois carregam argumentos vulneráveis. Quanto aos fundamentos técnicos nem vou gastar tempo discutindo porque não teria coragem de brigar com Albert Einstein, por exemplo. Fico apenas com uma grande questão pra ser respondida: por que “eles”, os poderosos dominadores do mundo, teriam interesse em esconder da população em geral que a Terra não é redonda? Que vantagens isso traria pra alguém, quem quer que fosse? 

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.