quarta-feira, 21 de Outubro de 2020 12:48h Portal G37

Importância de um assistente técnico de engenharia quando em sinistros por intempérie.

É muito comum depararmos com situações típicas, em atraso de obras, em períodos chuvosos. O planejamento inicial, conhecido, em algumas literaturas, por estudo de viabilidade econômica financeira, traça mecanismos de excelência para um bom andamento dos trabalhos de execução, contemplando, inclusive, desenvolvimento, conceitos legais, projetos, produto, processo, e, ainda, a execução por si só, na linha do tempo, também chamado de Cronograma Físico Financeiro.

 

“Na maior parte do território brasileiro, o clima é quente e úmido, o que explica a ocorrência de chuvas irregulares após um dia intenso de calor. Nas regiões Norte e Sul, as mudanças climáticas durante o dia são bastante sentidas, e é no verão que geralmente está o maior índice de chuvas no país. Por isso, ao construir, é preciso estar preparado e atento caso ocorra alguma mudança de tempo inesperada”. Fonte: Mason Equipament.

 

O que não se prevê, em casos de períodos chuvosos, é a ocorrência de danos físicos, por intempérie, que prejudica, exponencialmente, tanto o processo construtivo, quanto aquilo já executado. Assim, quando do ocorrido, necessário se faz uma análise, acurada, daquilo resultado de chuvas, ventos, e outros momentos pontuais da intercorrência do mesmo. É neste momento que se configura a necessidade do profissional da área das engenharias e geociências, que detêm de conhecimentos específicos e de expertise, para determinar, de fato, as origens, causas, e mitigações, quando necessárias, inclusive, para determinar nexo causal, uma vez solicitada pela seguradora.

 

O perito em engenharia civil, que configura também a pessoa de assistente técnico, é um profissional com amplo conhecimento e experiência técnica na sua área de atuação e também na questão processual, incluindo o domínio dos ritos e do linguajar jurídico.

 

A prática da perícia obedece a todo conhecimento técnico que envolve a matéria objeto da perícia, incluindo os critérios normativos estabelecidos na ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas – tanto da matéria da lide como os da prática de perícia em si, ao código de ética e a legislação processual. Esta fundamentação é importante para garantir ao laudo maior confiabilidade e incontestabilidade. Os resultados obtidos com a prova pericial na solução dos litígios demonstram a importância desta prova para a tomada da decisão e especialmente a certeza de que a solução é justa.

 

 

Luiz Otávio Santos Pereira

Eng. Civil Sócio da Luppa Engenharia Diagnóstica Ltda.

Especialista em Avaliações e Perícias de Engenharia

CREA-MG 173.118/D

(37) 3214-2160 – (37) 98842-7847

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.