O poder do diálogo

 

Eu cursava o doutorado em comunicação na Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, quando Pamela, minha ex-esposa, me disse: “Você precisa mesmo estudar comunicação. porque não sabe se comunicar!”. Estava tão focado nos estudos que não valorizei aquele comentário. Enfim, na universidade eu não era cobrado pelo que eu era em casa, mas sim, pelo meu desempenho nas matérias cursadas. Além disso, eu não estava estudando comunicação interpessoal, mas sim, comunicação de massa (rádio, televisão e jornais). Mas, à medida que o tempo passa, mais valorizo o diálogo, tanto em casa, quanto no trabalho.

O que vem a ser o diálogo? “Fala ou colóquio entre duas ou mais pessoas, conversa, troca de ideias. Contato ou discussão entre duas partes em busca de acordo”.  O oposto do diálogo se expressa naquele ditado que ouvíamos na infância: “Manda quem pode. Obedece quem tem juízo!”. Embora, ainda vejamos isso acontecer nos lares e nas empresas, esse não é o caminho recomendado para a harmonia e a produtividade. Pelo contrário, quanto maior for a troca de ideias, melhores serão os resultados na vida e nos negócios.

Para que haja interação entre nós e os outros é importante que estejamos dispostos a investir em nossos relacionamentos. O diálogo não surge espontaneamente. É preciso querer escutar o outro. Há pessoas que têm mais facilidade para o diálogo. Em geral, são aquelas que vieram de lares onde essa prática era observada, ou que desenvolveram essa sensibilidade através de seus estudos. O que é necessário para que haja diálogo?

Valorização da harmonia

Ter paciência para escutar

Ter humildade

Dar de si, antes de pensar em si

O sustentáculo de nossos relacionamentos é o diálogo. Algo que pode ser conquistado quando nosso objetivo é viver em harmonia com os demais. A harmonia se desenvolve à medida que cultivamos a paciência de escutar. Para isso, é preciso que tenhamos a humildade de valorizar os outros e as suas necessidades e aspirações.

 

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.