APÓS PRESSÃO, ANS INCLUI MAIS TESTES PARA COVID NA LISTA DOS PLANOS DE SAÚDE.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar atendeu ao pedido feito por consumidores e entidades, como o Idec, ao incluir alguns tipos de testes de sorologia para Covid-1 na lista obrigatória dos planos de saúde. Após seguidas indefinições em seu posicionamento, a norma foi aprovada pela ANS.

A decisão da ANS determina cobertura só a pacientes sintomáticos após o oitavo dia do aparecimento de sintomas. Além disso, esses exames devem ser cobertos apenas nas situações em que o RT-PCR deu negativo ou não pode ser realizado.

Os exames sorológicos estão disponíveis no mercado brasileiro desde março. Contudo, a agência só cogitou incluí-los após provocação judicial em junho deste ano. A ANS levou meses para começar fazer a análise da tecnologia, e suspendeu a normativa que incluía esses exames no Rol, fazendo com que em um momento os exames fossem cobertos, e em outro não, criando uma situação de incerteza aos consumidores.

"Não fazia nenhum sentido manter esses testes fora do Rol. Há farta evidência científica sobre a utilidade desses exames para complementar o diagnóstico.  Demorar 5 meses para incluir esses exames, sem contar as idas e vindas, mostra que a ANS não está priorizando a população”, afirma a coordenadora do programa de Saúde do Idec, Ana Carolina Navarrete.

O Idec e mais três entidades, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), a Associação Brasileira de Procons e o Fórum Nacional de Entidades de Defesa do Consumidor, enviaram ofício à ANS no fim do último mês cobrando a inclusão dos testes sorológicos na lista de cobertura dos planos.

No entendimento do Idec, os exames sorológicos deveriam ser cobertos desde o início, em obediência à decisão judicial que determinou a agência incluir tais testes. E a exclusão dos testes rápidos, na avaliação do Idec, pode precisar de revisão num futuro próximo. Isso porque esses testes, embora tenham uma sensibilidade e especificidade menores que os demais testes sorológicos, são úteis e estão sendo aprimorados com grande velocidade, como toda a tecnologia hoje relacionada à Covid-19.

Fonte: IDEC

raquelhelenaadv@gmail.com

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.