Brasil

Índice de Consumo dos Lares Mineiros tem queda de 4,4% em maio

O Índice de Consumo dos Lares Mineiros, pesquisa da Associação
Mineira de Supermercados (AMIS), que mede a variação do consumo no setor em todo o estado,
apontou queda média de -4,40% em maio frente a abril.
Ante o mesmo mês do ano passado, a demanda cresceu 7,18%. Com isso, o acumulado do
Índice de Consumo no ano – de janeiro a maio – chega a 7,64%. Os números estão
deflacionados pelo IPCA/IBGE.
Para o Presidente Executivo da AMIS, Antônio Claret Nametala, a variação negativa em maio
sobre abril já era esperada, principalmente, pelo calendário e efeitos sazonais. “A demanda
ocasionada pela tradição da Semana Santa, incluindo a Páscoa, elevou a base da comparação do
mês de abril. Daí a queda em maio, o que é absolutamente normal quando há esse comparativo”,
afirma Claret.
Considerando o calendário, ele cita ainda a ocorrência de cinco sextas-feiras e cinco sábados em
abril e só quatro em maio. “Tradicionalmente, é o período da semana de maior demanda e essa
diferença no número de dias traz um impacto negativo considerável”, explica.

Comparação anual
Tanto em relação a maio de 2021, quanto sobre o acumulado no mesmo período do ano passado,
Claret cita diversos fatores que vêm contribuindo para a melhora no consumo. O principal deles
é recuperação da economia, associada ao cenário mais claro para investimentos.
À medida que os efeitos da pandemia vão sendo superados, ocorre a retomada dos níveis de
emprego. Segundo a PNAD Contínua, do IBGE, a taxa de desocupação (9,8%) do trimestre
móvel de março a maio de 2022 recuou 4,9 pontos percentuais (p.p.) ante o mesmo período de
2021 (14,7%). Foi a menor taxa de desocupação para um trimestre encerrado em maio desde
2015 (8,3%).
Mesmo que a renda não venha acompanhando no mesmo ritmo, a garantia do emprego já traz
mais confiança para o consumo dos itens básicos. “O fato de o trabalhador poder contar com
um emprego formal proporciona a ele mais segurança para suprir as demandas. E, com as taxas
de juros mais altas, que inibe a compra de bens duráveis e semiduráveis, essa intenção de
consumo é transferida para o varejo supermercadista”, analisa Claret.
Além da queda do desemprego, há os programas sociais, especialmente do governo federal, que
vêm sendo pagos de maneira regular, o que não ocorreu nos primeiros meses do ano passado. A
liberação dos saques do FGTS neste ano também trouxe maior poder de demanda.

Custos altos
Apesar da melhora na procura nos primeiros cinco meses, o Presidente Executivo da AMIS
alerta para os cuidados quanto aos altos custos. “Os supermercados, assim como os
consumidores, têm sido muito pressionados pelos custos de produtos e de operação. É preciso
atenção contínua para conter gastos mais elevados”, lembra o executivo.

Custos altos 

Apesar da melhora na procura nos primeiros cinco meses, o Presidente Executivo da AMIS  alerta para os cuidados quanto aos altos custos. “Os supermercados, assim como os  consumidores, têm sido muito pressionados pelos custos de produtos e de operação. É preciso  atenção contínua para conter gastos mais elevados”, lembra o executivo. 

Regiões: A queda no Índice de Consumo em maio foi verificada em todas as regiões. No  entanto, nenhuma alteração significativa em relação à média estadual. A mais impactada foi o  Triângulo/Alto Paranaíba (-5,15%), praticamente igual à Norte/Noroeste, com o segundo maior  resultado negativo: -5,12%. O Sul teve a menor retração, com – 4,08%, em sequência vem a  Central, com – 4,09%.  

1. INDICE DE CONSUMO NOS LARES MINEIROS – MAIO X ABRIL/2022 (%)  

Mês Vs. mês  anteriorVS. mesmo mês  ano anteriorAcumulad o do ano
Janeiro -21,96 1,42 1,42
Fevereiro 0,03 9,89 5,49
Março 7,18 7,14 6,06
Abril 3,51 12,74 7,75
Maio -4,40 7,18 7,64

2. VARIAÇÃO REGIONAL – MAIO X ABRIL 2022 (%)

RegiãoVs. mês  anteriorVS. mesmo mês  ano anteriorAcumulado  do ano
Central -4,09 5,89 6,35
Centro-Oeste -4,81 11,20 10,61
Norte/Noroeste -5,12 8,44 10,13
R. Doce/Mucuri/Jequit. -4,11 2,54 5,60
Sul -4,08 10,22 8,90
Triângulo/A. Paranaíba -5,15 7,25 8,26
Zona da Mata -4,40 4,76 7,08

Fonte: Associação Mineira de Supermercados – AMIS

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Ipn5sNVqaDc7WwATXAwFsF

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.