Atlético vence Botafogo, com pênalti perdido de Keno

Vitória por Botafogo por 2x1 garante liderança aos mineiros. Contestado pela torcida, Hyoran é eleito craque do jogo

25 NOV 2020

CARLOS HENRIQUE MONTEIRO

Ainda desfigurado pelo COVID-19 e pelas suspensões, o Atlético venceu o Botafogo por 2x1 no Mineirão, e se isolou na liderança do Campeonato Brasileiro. Podia ter sido 3x1, se Keno não tivesse perdido um pênalti na segunda etapa.

Em um primeiro tempo dominado pelo Galo, e um Botafogo recuado na defesa, o Galo abriu o placar com Savarino, aos 16 minutos, em cruzamento de Keno, e toque de ombro na bola. Hyoran quase marcou um gol olimpico na 1a etapa. 

No segundo tempo, o Galo logo nos primeiros lances, com Eduardo Sasha, aos 4 minutos, em cruzamento de Savarino, aumentou o placar. 2x0. 

O Botafogo melhorou na partida, chegou a incomodar, e acabou descontando, aos 7, com Benevenuto de cabeça depois de cobrança de escanteio de Marcinho. Atlético 2x1. 

Keno sofreu pênalti de Marcinho aos 31 minutos, depois de grande jogada individual. Ele mesmo bateu, mas muito mal, e Cavalieri defendeu agarrando firme, sem dar rebote. 

Sem grandes chances até o fim, o árbitro terminou o jogo aos 50 minutos da segunda etapa. Galo 2x1 Botafogo. 

A equipe de transmissão da Globo, composta por Luis Roberto, Ana Thais Matos e Júnior, elegeu Hyoran o melhor jogador da partida. A galera da internet elegeu Keno, Ana Thais votou em Savarino, e Junior votou em Hyoran. Luis Roberto decidiu a favor do meio campista, que é extremamente hostilizado pela massa atleticana.

Os mineiros tem agora 42 pontos.  3 pontos de vantagem sobre o Flamengo,vice líder com 39, e um jogo a mais, já que a partida contra o Grêmio nesse final de semana não será realizada pelo clube carioca, 4 pontos a mais em relação ao São Paulo, que tem 38, e 6 a mais que o Inter, que fecha o G-4 com 36. 

ATLÉTICO 2 X 1 BOTAFOGO

 

Atlético

Rafael; Bueno, Igor Rabello e Junior Alonso; Zaracho (Talison, aos 21’ do 2ºT), Nathan (Marrony, aos 21’ do 2ºT), Hyoran e Calebe (Wesley, aos 29’ do 2ºT); Savarino, Keno e Eduardo Sasha

Técnico: Leandro Zago

 

Botafogo

Diego Cavalieri; Kevin (Honda, aos 7’ do 2ºT), Marcelo Benevenuto, Kanu e Victor Luis; Rafael Forster (Éber Bessa, aos 35’ do 2ºT), Rentería (Kalou, no intervalo) e Caio Alexandre; Marcinho, Warley (Rhuan, aos 30’ do 2ºT) e Pedro Raul (Matheus Nascimento, aos 29’ do 2ºT)

Técnico: Ramón DÍaz

 

Motivo: 23ª rodada do Campeonato Brasileiro

Local: Mineirão, em Belo Horizonte

Data e horário: quarta-feira, 25 de novembro de 2020, às 21h30 (de Brasília)

 

Gols: Savarino, aos 16’ do 1ºT, e Eduardo Sasha, aos 4’ do 2ºT (ATL); Marcelo Benevenuto, aos 7’ do 2ºT (BOT)

Cartões amarelos: Savarino, aos 22’, e Junior Alonso, aos 36’ do 1ºT (ATL); Kevin, aos 45’ do 1ºT, Marcinho, aos 37’, e Kanu, aos 42’ do 2ºT (BOT)

 

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)

Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)

VAR: Pablo Gonçalves Pinheiro (RN)

 

© 2009-2021. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.