Brasileiros passam a investir mais em ambiente para trabalhar em casa.

A pandemia fez com que muitos profissionais começassem a trabalhar na modalidade home office e para isso é necessário ter um local adequado em casa

Desde que a Pandemia do novo Coronavírus começou, muitos profissionais passaram a trabalhar em casa, uma modalidade antes pouco usada no Brasil.

A Robert Half, empresa mundial especializada em recrutamento, realizou uma pesquisa com 620 brasileiros e mostrou que, devido à pandemia, 95% dos entrevistados passaram a adotar o trabalho remoto. Dentre eles, antes da quarentena apenas 35% dos profissionais entrevistados usavam o home office.

Muitas são as vantagens do trabalho em casa. Nele não é preciso enfrentar trânsito, o tempo com a família é mais longo e otimizado e ainda é possível dormir um pouco mais antes de começar o expediente.

No entanto, para manter a produtividade e conseguir trabalhar de maneira confortável é necessário ter um ambiente adequado em casa. A partir dessa necessidade muitos brasileiros passaram a buscar por móveis e equipamentos que proporcionem uma rotina de trabalho mais estável e funcional.

O que não pode faltar no local de trabalho em casa

Para montar um home office de sucesso é necessário separar o ambiente doméstico do profissional. Mesmo quem não possui um escritório propriamente dito em casa precisa definir onde será realizado o trabalho todos os dias e deixá-lo preparado para isso.

Organizar o ambiente de maneira que fique ergonomicamente adequado é importante, pois assim se evitam dores nas costas, nos pés e nos braços. Deste modo, busque por uma cadeira que possa ser ajustada na altura mais correta para a mesa onde ela será utilizada e não deixe seus pés e braços sem apoio.

A iluminação é mais um ponto fundamental, pois muitas vezes apenas a luz natural não é suficiente para iluminar o escritório. As lâmpadas com tonalidades frias, que são as brancas e azuladas, são as melhores para ambientes no qual é preciso mais concentração e foco e essas devem ser escolhidas para o home office.

Além disso, pode-se investir em itens que deixam o local de trabalho mais bonito, aconchegante e funcional. Exemplos disso são prateleiras, nichos, vasos com plantas e até difusores de aromas.

Nas prateleiras e nichos é possível incluir objetos decorativos e acessórios de trabalho como livros, papéis e porta-retratos. Já os difusores de aromas são responsáveis por espalhar cheiros agradáveis no espaço e existem aromas que conseguem acalmar, melhorar a concentração e muito mais.  

Como aumentar a produtividade no home office

Nem todos os profissionais se adaptam bem ao home office e alguns veem a sua produtividade diminuir quando estão trabalhando em casa. Para evitar isso alguns pequenos hábitos podem ser realizados.

Começar o dia tirando o pijama e colocando uma roupa mais adequada para o trabalho é um deles. Por mais que muitas vezes a vontade de não tirar a roupa de dormir seja grande, o ideal é deixá-la de lado e colocar uma vestimenta mais profissional.

Também evite realizar suas atividades de trabalho na cama ou no sofá, pois esses dois espaços, além de poderem dar início a dores musculares, ainda levam a improdutividade.

Por fim, defina um horário para começar e parar de trabalhar. É bastante comum que profissionais em home office passem a acordar mais tarde ou fiquem trabalhando após o horário. Isso não somente não é saudável, como também pode levar a uma diminuição da produtividade e a desorganização.

 

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.