Capitólio nos Estados Unidos é invadido por apoiadores de Trump para impedir eleição de Biden.

Invasores quebram porta de vidro e enfrentam policiais; ato tenta impedir reconhecimento de derrota.

06 JAN 2021

ILÍDIO LUCIANO

Em um último suspiro de esperança de questionar o resultado oficial das eleições americanas, apoiadores do Presidente Donald Trump invadiram o prédio do Capitólio, em Washington para impedirem os parlamentares e senadores a referendarem a vitória de Joe Biden em novembro.

Os deputados e senadores estavam em reunião para discutirem se acatavam ou não uma objeção dos votos do estado do Arizona, tradicional reduto republicano, mas que elegeu o democrata Biden.

Houve invasão do prédio, com depredação de uma porta de vidro; a polícia do Capitólio precisou intervir para a contensão dos manifestantes, com gás lacrimogênio. A prefeita de Washington, Muriel Bowser decretou toque de recolher a partir das 18 horas local desta quarta-feira, por 12 horas.

Todos os parlamentares e o presidente do Senado foram levados sob escolta para um local seguro, longe dos invasores. O presidente Donald Trump informou após o resultado das eleições que não deixará a Casa Branca, por não reconhecer a vitória do democrata.

O presidente eleito Joe Biden afirmou em discurso após a vitória, que a Polícia Federal terá ordem de “expulsar” qualquer invasor da Casa Branca, que estiver instalado lá de forma irregular.

© 2009-2021. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.