Câmara arquiva processo de impeachment do prefeito de Cláudio.

Maioria não viu irregularidades do gestor público nas denúncias apresentadas por ex-procurador.

A Câmara Municipal de Cláudio votou nesta quarta-feira (17) pelo arquivamento do pedido de impeachment do prefeito José Rodrigues Barroso de Araújo (PRTB), protocolado no dia 06 de junho pelo ex-procurador do Executivo, Renato Nogueira. Seis dos onze vereadores aprovaram o parecer da comissão processante constituída pelos vereadores Fernando Tolentino (presidente), Tim Maritaca (relator) e Heitor Ribeiro de Sousa (membro), que não constatou irregularidades nas ações do gestor público.  

No texto, dois dos edis atestam que a defesa do chefe do Executivo respondeu cada uma das onze denúncias apresentadas com documentos e amparadas na Constituição Federal e Lei de Licitações. Os advogados também estiveram na Casa Legislativa anteriormente para a apresentação de provas contraditórias às denúncias e ficaram à disposição dos vereadores para sanar quaisquer dúvidas sobre o processo.

O prefeito, que esteve presente no momento da votação, declarou que os cinco votos pela rejeição do parecer e prosseguimento da investigação tem motivação política. “As denúncias eram infundadas, carregadas de mágoas e vingança. Esse mesmo grupo que votou contra o relatório é o mesmo grupo que tentou me cassar após as duas eleições e inventou esses fatos para enfraquecer quem eu venha a apoiar nas eleições do ano que vem”, ressaltou.

 

 

 

 

Fotos- Ricardo Camâra -Tribuna do Carmo

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.