Cruzeiro decepciona novamente sua torcida, e perde pra Caldense em casa

Amarildo faz o gol do triunfo da veterana aos 9 minutos do primeiro tempo

03 MAR 2021

CARLOS HENRIQUE MONTEIRO

O Cruzeiro mais uma vez decepcionou seu torcedor. 

Em seu retorno ao Mineirão, a equipe manteve o aproveitamento ruim da temporada passada, e acabou sendo derrotado pela Caldense por 1 a 0.

 O gol  da veterana, campeã mineira em 2002, e vice em 2015, foi marcado por Amarildo, aos nove minutos da primeira etapa. 

A partida terminou tensa. Manoel agarrou o pescoço de Denis e jogou no chão, depois de uma discussão com atacante da Caldense, os dois tomaram cartão amarelo. 

O zagueiro Eduardo brock, que estava na reserva, também tomou cartão amarelo sem nem entrar no jogo. 

E no fim,  Dênis da Caldense, e Felipe Augusto do Cruzeiro, se desentenderam e ambos foram expulsos, quando o jogo já tinha terminado

Em duas partidas no estadual, o Cruzeiro fez somente um ponto, em seis possíveis. 

CRUZEIRO 0X1 CALDENSE

 

CRUZEIRO

Fábio; Raúl Cáceres, Manoel, Ramon e Alan Ruschel (Matheus Pereira); Matheus Neris (Adriano), Matheus Barbosa (Thiago) e Marcinho (Claudinho); William Pottker, Felipe Augusto (Airton) e Rafael Sobis. Técnico: Felipe Conceição

 

CALDENSE

João Paulo; Danilo Belão, Jonathan Costa, Morais e Verrone; Lucas Silva e Gabriel Tonini (Guilherme Martins); Rafael Peixoto (Denis Macedo), David Lazari (Rincon) e Bruno Oliveira; Amarildo (Guilherme Eulálio). Técnico: Marcus Paulo Grippi

 

Gol: Amarildo (aos 9’1ºT)

Cartões amarelos: Eduardo Brock, Alan Ruschel, Manoel e William Pottker (Cruzeiro); Denis Macedo e João Paulo (Caldense)
Cartões vermelhos: Denis Macedo (Caldense) e Felipe Augusto (Cruzeiro)

 

Motivo: 2ª rodada do Campeonato Mineiro

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte

Data: 3 de março de 2021 (quarta-feira), às 21h30

Árbitro: Ronei Cândido Alves

Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Samuel Henrique Soares Silva

 

© 2009-2021. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.