domingo, 14 de Abril de 2019 18:38h Atualizado em 14 de Abril de 2019 às 19:06h. Carlos Henrique Monteiro

Cruzeiro vence Galo e inverte vantagem na final do Campeonato Mineiro

Agora, é Raposa que joga por um empate. Atlético precisa ganhar

CARLOS HENRIQUE MONTEIRO. 

Em um jogo truncado com muitos cartões e confusão, com gols de Marquinhos Gabriel e Leo para o Cruzeiro, Ricardo Oliveira para o Atlético, a Raposa venceu o Galo por 2 a 1 e inverteu a vantagem. Agora, o Cruzeiro joga pelo empate, e o Atlético precisa vencer para ser campeão. 

 O segundo jogo será no sábado que vem às 16h30. O Atlético definiu que mandará a partida no Independência.

O JOGO.

PRIMEIRO TEMPO 

O Atlético teve um desfalque aos 18 minutos de jogo. Cazares  sentiu e foi substituído por Vinícius. 

O Cruzeiro jogava melhor, e tinha mais posse e controle do jogo. 

Aos 42 minutos, Luan após cruzamento de Vinícius na área, cabeceou na trave. 

Aos 45, passe de Fred e gol de Marquinhos Gabriel. Antes de entrar, a bola desviou em Leonardo Silva. Cruzeiro 1x0 Atlético.

No último lance da primeira etapa, Dedé puxou Igor Rabelo dentro da área. O time atleticano reclamou de pênalti, mas o juiz da partida não quis olhar o árbitro de vídeo. Maicon Bolt após o apito final foi reclamar do lance com Wagner dos Santos Magalhães. e acabou tomando cartão amarelo, mesmo não tendo jogado o primeiro tempo 

No intervalo, o Atlético fez uma substituição. Luan machucado saiu para entrada de Maicon Bolt.

SEGUNDO TEMPO

Aos 10 minutos, Ricardo Oliveira recebeu  passe de Chará e sem goleiro empatou a partida. Cruzeiro 1x1 Atlético

A alegria atleticana só durou 5 minutos. Após escanteio cobrado por Robinho e desvio de Dedé, Léo desempatou o jogo. Cruzeiro 2x1 Atlético. Houve muita reclamação por parte dos atleticanos, pois a bola bateu em Marquinhos Gabriel antes de ir para o escanteio.  Mas o juíz recusou-se a olhar o VAR, e seguiu o lance. 

Aos 28 minutos, Ricardo Oliveira recebeu sozinho e mandou para fora. O Bandeira não levantou o instrumento de trabalho e não marcou impedimento, mas as imagens da TV mostraram claramente o lance e a posição ilegal do centroavante atleticano. 

Aos 34 minutos, Fred tocou para Marquinhos Gabriel, que chutou e exigiu grande defesa de Victor, mandando para escanteio. 

Na cobrança de Egídio, Fred cabeceia e manda para o gol. Mas após análise do árbitro de vídeo, viu-se que Fred marcou com a mão. O gol foi anulado. 

Aos 45, a grande chance atleticana. Depois de grande jogada pelo lado direito de Geuvanio, Chará livre e sem goleiro perdeu o gol. 

A partir dos 50 minutos, muita confusão e sucessão de cartões. 

Edilson fez falta e tomou amarelo. Na sequência, Rafinha empurrou Chará e tomou cartão amarelo. Logo em seguida Rafinha fez outra falta, tomou o segundo amarelo e foi expulso. 

E após ser comunicado que Adilson havia segurado pescoço de Edilson, o volante atleticano também foi expulso. 

Apito final do árbitro, e vitória celeste por 2 x 1

 

CRUZEIRO 2 X 1 ATLÉTICO

 

Cruzeiro

Fábio; Edílson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral), Robinho (Rafinha), Rodriguinho (Pedro Rocha) e Marquinhos Gabriel; Fred. Técnico: Mano Menezes

 

Atlético

Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson e Elias; Luan (Maicon Bolt), Cazares (Vinicius) e Chará; Ricardo Oliveira (Geuvânio). Técnico: Rodrigo Santana

 

Gols: Marquinhos Gabriel (aos 45’1ºT), Ricardo Oliveira (aos 10’2ºT), Leo (aos 15’2ºT)

Cartões amarelos: Luan, Ricardo Oliveira, Maicon Bolt, Fábio Santos, Adilson, Leonardo Silva, Victor (Atlético); Fred, Henrique, Lucas Romero, Edilson, Marquinhos Gabriel, Rafinha (Cruzeiro)

Cartões vermelhos: Rafinha (Cruzeiro); Adilson (Atlético)

 

Motivo: primeira partida da final do Campeonato Mineiro

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Público Presente: 51.032

Público Pagante: 44.650

Renda: R$ 1.952.766,00

Data e horário: 14 de abril de 2019 (domingo), às 16h

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Michel Correia (RJ)

VAR: Bruno Arleu de Araújo

 

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.