sexta-feira, 15 de Janeiro de 2016 12:00h Secretária de Cultura de Minas Gerais

20 mil pessoas são esperadas em Poços de Caldas para festival de música

Artistas renomados estão confirmados no Festival Música nas Montanhas, que promoverá mais de 40 concertos gratuitos e oficinas abertas ao público

A cidade de Poços de Caldas será palco, entre os dias 10 e 23 de janeiro, da 17ª edição do Festival Música nas Montanhas. Considerado um dos maiores eventos de música erudita da América Latina, reúne músicos brasileiros e internacionais para a exibição de mais de 40 concertos gratuitos. A música também será levada a asilos, igrejas, hospitais e outros, através de professores e alunos. A iniciativa é incentivada pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Para Raquel Mantovani, Diretora Administrativa do festival, ao longo dos anos, o evento tem contribuído para o desenvolvimento cultural da cidade e região. “O Festival de Música nas Montanhas chega a sua 17ª edição com a profissionalização de diversos músicos, que hoje são referências nacionais e internacionais. Além disso, ouve um aumento expressivo na procura por instrumentos pouco conhecidos. A cidade agora tem uma visibilidade maior no mundo musical, atraindo apreciadores da arte dos mais diversos lugares”, declarou Mantovani.

Já estão confirmados nomes, como: o espanhol Aldo Mata, considerado um dos mais ilustres violoncelistas da atualidade; Toninho Ferragutti, aclamado acordeonista; o violinista Cármelo de los Santos; o contrabaixista Marcos Machado; os pianistas Gilberto Tinnetti, Flávio Augusto e Guigla Katsarava; além dos grupos Ensemble SP e Quintal Brasileiro.

O público esperado é de cerca de 20 mil pessoas e, além dos concertos, serão realizadas oficinas de aperfeiçoamento em música erudita instrumental e vocal e também ações formativas de regência orquestral e master classes especiais em violão e improvisação.

 

 

SERVIÇO

Data: 10 a 23 de janeiro

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.