sexta-feira, 11 de Março de 2016 11:25h Agência Minas

Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa ganha primeiro site

Portal reúne catálogo online, edições do Suplemento Literário, além de informações e serviços referentes ao acervo com mais de 570 mil exemplares

Após 62 anos de existência, a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, entra, finalmente, na era digital.Com o seu primeiro site no ar, agora a biblioteca pode atender e beneficiar milhares de pessoas, especialmente pessoas com deficiência visual e auditiva que, até então, não tinham um canal de comunicação online com o órgão.

“O site é uma ferramenta para conhecermos todas as riquezas desta biblioteca. Agora, temos a possibilidade de multiplicar as atividades abrangentes e atraentes, seja desta biblioteca e também do Suplemento Literário”, afirma o secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo.

Atualmente, a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa abriga um acervo com mais de 570 mil exemplares, conta com mais de 100 mil associados e recebe cerca de 300 mil pessoas a cada ano.

 

 

Acesso ampliado

Antes, as informações básicas sobre a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, como histórico da instituição e telefones de contato, eram disponibilizadas por meio de uma janela, dentro portal da Secretaria de Estado de Cultura (SEC). Todo o atendimento ao público ocorria por telefone, por e-mail ou presencialmente, o que, segundo o superintendente de Bibliotecas Públicas e Suplemento Literário, Lucas Guimaraens, tornava o atendimento à população limitado e demorado.

Com a nova página, o visitante passa a acessar o acervo da biblioteca, que compreende, aproximadamente, 570 mil exemplares, dentre livros e periódicos. Será possível, por exemplo, imprimir textos literários, obter orientações para doações de livros e ficar por dentro dos editais, como o do “Prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura”.

 

 

 

“Recebemos diariamente, pelo menos 10 demandas (por e-mail ou telefone) de professores e pesquisadores solicitando algum tipo de material literário, por exemplo. Com o site, vamos multiplicar o acesso das pessoas à biblioteca”, comemora o superintendente.

Na página, estão reunidas informações como dados sobre o autor e quantidades disponíveis para pesquisa e/ou locação na biblioteca. Para encontrar essas informações, basta digitar o nome do livro. Além disso, também constam na página detalhes sobre o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas Municipais - responsável por atender mais de 800 bibliotecas públicas municipais de Minas.

 

 

Acessibilidade em primeiro lugar

O superintendente Lucas Guimaraens conta que a principal preocupação durante o processo de desenvolvimento foi a acessibilidade da página às pessoas com deficiência. Durante os seis meses de construção do site, os desenvolvedores contaram com constantes avaliações dos funcionários com deficiência visual.

“O site foi inteiramente pensado para facilitar a navegação, com programas de leitura de tela, uma das ferramentas mais usadas pelas pessoas com deficiência visual para trabalhar no computador. Os menus, a quantidade e posicionamento das imagens e links, entre outros elementos, foram minuciosamente estudados de modo a incluir todos os cidadãos”, sinaliza.

A expectativa, agora, é contar com o retorno de todo o público da Biblioteca. “Queremos que todos os usuários nos encaminhem suas sugestões, para que este canal aproxime ainda mais a Biblioteca de toda a população”, convida o superintendente.

 

 

Suplemento Literário

Já estão disponíveis para leitura e impressão as edições do Suplemento Literário publicadas no período de 2006 a 2015. “Estamos separando edição por edição para publicar no site”, garante o superintendente de bibliotecas públicas e suplemento literário, Lucas Guimaraens.

O Suplemento Literário de Minas Gerais (SLMG), vale lembrar, existe há 50 anos e figura como um dos mais respeitados periódicos do gênero no Brasil. A publicação representa um espaço no qual criadores e críticos podem expor sua visão sobre questões contemporâneas.

 

 

Eventos culturais

Outra novidade é a consulta à programação cultural, musical, artística e literária da Biblioteca que, de acordo com o superintendente, realiza cerca de 600 eventos durante o ano. “Cada dia tem uma atividade nova. São lançamentos de livros, exposições artísticas, apresentações teatrais e musicais, encontros para leituras, além de outras atividades”, destaca.

 

 

Biblioteca Pública do Estado de Minas Gerais

A Biblioteca Pública do Estado de Minas Gerais, localizada na Praça da Liberdade foi criada em 1954, pelo então governador Juscelino Kubitscheck. Desde então, o órgão reúne e organiza, a serviço da comunidade, acervos bibliográficos e audiovisuais, além de preservar e divulgar a bibliografia relativa a Minas Gerais. 

Somada ao público geral, que procura a Biblioteca para estudar, ler periódicos e pegar obras emprestadas, está a procura significativa de crianças e pais, que frequentam o setor infanto-juvenil. A comunidade acadêmica também é atendida pela Luiz de Bessa, sobretudo pelos setores de Coleções Especiais e Hemeroteca Histórica. Com o Carro-Biblioteca e a Caixa-Estante, o órgão consegue alcançar também os leitores do interior.

Destaque, ainda, para espaço planejado para as pessoas com deficiência visual, que podem utilizar diversos serviços do setor Braille, fundado em 1965.

 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.