quinta-feira, 21 de Janeiro de 2016 11:31h Agência Brasil

Carnaval do Recife terá 2 mil atrações

O Carnaval do Recife terá mais de duas mil apresentações entre os dias 5 e 9 de fevereiro em uma programação 99% composta por atrações pernambucanas

As festas deste ano prestam homenagem ao instrumentista Maestro Forró e às agremiações centenárias Clube Carnavalesco Misto Pão Duro e Maracatu Nação Porto Rico. Serão, no total, 52 polos oficiais, divididos em nove polos centrais, 34 polos de bairros, três polos infantis e seis Corredores da Folia.

Entre os destaques da programação oficial do carnaval do Recife estão Emicida, Lenine e Ayrton Montarroyos, além da banda Jota Quest, o sambista Jorge Aragão, o grupo O Rappa e a cantora Leci Brandão. Também estão previstos shows da Nação Zumbi, Otto, Mundo Livre S/A, Alceu Valença, Maestro Forró, Geraldo Azevêdo, Toni Garrido, Spok, Fundo de Quintal e Natiruts.

Quatro grupos de caboclinhos se unem pela primeira vez ao cortejo de 11 nações de maracatu, que sairá da Rua da Moeda até o palco principal da folia recifense. Naná Vasconcelos, Lenine e a portuguesa radicada no Cabo Verde Sara Tavares conduzem o cortejo ao som do batuque das alfaias.

Os polos infantis terão um espaço voltado para a família. Três parques da cidade (Santana, Jaqueira e Dona Lindu) se preparam para oferecer uma programação preparada para as crianças.

 

 

Tributo
A festa homenageia o Maestro Forró, representante da nova geração de artistas do estado. O Clube e o Maracatu foram escolhidos por celebrarem 100 anos em 2016. Os homenageados do carnaval fazem o esquenta da abertura da folia no Marco Zero, na sexta-feira (5), a partir das 18h.

O retorno às raízes africanas é o conceito principal da decoração do carnaval do Recife neste ano.  Com figuras grandiosas, como se estivessem nascendo do asfalto.

O galo gigante que ocupa uma das pontes da cidade, trabalho do artista plástico Sávio Araújo, traz como tema a esperança. Ele também vai homenagear o Maestro Forró, com os óculos escuros tradicionalmente utilizados pelo músico e uma gravata frouxa.

O carnaval do Recife sofreu algumas alterações devido a restrições orçamentarias. Os polos descentralizados maiores, que funcionaram durante quatro dias nas festas de 2015, este ano terão programação em apenas três dias, deixando de funcionar no sábado. Os shows da tradicional noite dedicada ao samba no Marco Zero vão ser no domingo de carnaval, e não na segunda-feira como vinha acontecendo nos últimos anos.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.