CRITICA; BIRD BOX, Sandra Bullock estrela trama com ar apocaliptico

Filme tem toques pertubadores, mas suspense de prender a atenção

CARLOS HENRIQUE MONTEIRO.

Sandra Bullock é estrela de um filme que está sendo muito comentado e que estreou recentemente na Netflix, chamado Bird Box, ou em tradução em português, "Caixa de pássaros". 

A trama conta a história de um grupo de pessoas que não pode andar sem venda nos olhos, pois se ver uma entidade misteriosa que está a solta, seus olhos são queimados e elas morrem.

O filme passa aquela tensão de você não poder desvendar os olhos, algo similar do que aconteceu em "Um lugar silencioso" quando os personagens não poderiam falar, para não serem mortos pela entidade. 

Com também participação de Sarah Paulson ,estrela de American Horror Story, o filme mescla uma boa dose de terror, mas sem muito gore, principalmente pela atenção e pânico dos personagens. 

Em certos momentos, a trama se arrasta em demasia, parecendo ficar cansativo, mas tudo isso faz parte da mensagem que o filme queria passar, que era o desespero de não olhar para as criaturas. 

Nem todos os personagens se destacam o suficiente para termos empatia por eles, acaba que Sandra Bullock, com sua personagem Malorie, monopoliza atenção junto das crianças. A trama que envolve o personagem Charlie, interpretado por Lil Rell Howery, também chama atenção do espectador e desperta empatia. 

Acredito que quem gosta de histórias pós-apocalípticas, com toques de terror estilo "The Walking dead", irá gostar do filme. Está disponível na Netflix como lançamento. 

Dou nota 7, de 0 a 10.

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.