CRÍTICA: Bumbebee, derivado de Transformes encanta pela emoção

Relação do carro com a garota faz marejar os olhos dos espectador

CARLOS HENRIQUE MONTEIRO

Derivado da franquia Transformers, o filme Bumbebee, que se passa 20 anos antes dos primeiros filmes da franquia original, sendo uma prequela ( cuja história antecede ao trabalho anterior, apresentando eventos que ocorreram antes da obra original).  Dirigido por Travis Knight e escrito por Cristina Hodson. Michael Bay, diretor dos filmes anteriores, foi o produtor. 

A história acompanha Charlie, uma garota de 18 anos, louca por um carro, acaba encontrando um fusca amarelo em uma oficina próxima a sua casa, na cidade de Brighton Falls. Ela descobre que o fusca na verdade é um Autobot, e a quimica entre os dois é encantadora. 

Durante o filme, eles tem que enfrentar os problemas pessoais na vida de Charlie, como o relacionamento conturbado com sua mãe, a perda do pai, e uma guerra contra outros transformers, que querem destruir a terra.

São bons os efeitos especiais, como sempre, mas o grande destaque da trama sem dúvida é a atriz Haille Steinfeld. Indicada ao Oscar de melhor atriz coadjuvante pelo filme True Grit, além de outros papeis de destaque, como Julieta na adaptação de Romeu e Julieta  de Willian Shakespeare , Escola de Espiões, e The Edge of Seventhen, que lhe valeu uma nomeação ao Globo de Ouro, ela dá muita vida e uma emoção fora de série para seu amigo robô, a quem denomina de Bumbebee. 

Em várias cenas, Bumbebee arrisca-se para salva-la dos perigos que rondam a terra, e em outros, a incentiva em suas inseguranças, fazendo os adolescentes se indentificarem, e os adultos relembrarem os momentos desta fase. 

Oscilando entre os gêneros Ação, Drama e com pequenas pitadas de comédia, Bumbebee se torna uma ótima diversão, leve e capaz de te emcoionar e fazer você se envolver na história sem perceber, e o tempo do filme, 114 minutos, passam voando. 

Recomendo a quem quiser assistir, o filme está em cartaz no Shopping Pátio Divinópolis , em 3D, 16h20, 19h e 21h20. 

 

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.