quarta-feira, 31 de Agosto de 2016 12:50h Atualizado em 31 de Agosto de 2016 às 16:47h. Pedro Gianelli

Escola de dança de Divinópolis ganha prêmios em Joinville e Araxá

O Festival de Dança de Joinville não é reconhecido como o maior evento do mundo por mera vaidade, mas sim por números.

Este ano, 7.800 participantes divididos entre estudantes e profissionais da dança estiveram no festival, que ainda proporcionou 240 horas de espetáculos, 200 delas totalmente gratuitas nos Palcos Abertos.

Em média, 230 mil pessoas assistiram aos saltos, a sincronia e o talento de bailarinos que puderam realizar o sonho de estar em um evento deste porte e o Studio Arte Dança realizou. Foram somente quatro cidades mineiras que conseguiram participar do Festival de Dança de Joinville e Divinópolis está entre elas.

Com a coreografia Dicotomia, do coreógrafo Leandro Torres e com o bailarino Nathan Fernandes, o Studio Arte Dança conquistou o 2º Lugar, sem colocação para 1º Lugar, no maior concurso de dança do mundo. A escola está em festa e confiante do trabalho realizado com seus bailarinos.

 

ARAXÁ

 

No 16º Festival de Dança de Araxá 2016, no qual vários grupos de vários estados do Brasil participaram, o Studio Arte Dança de Divinópolis concorreu com seis trabalhos, no qual todos tiveram premiações: 1º Lugar Jazz Avançado, 1º Lugar Solo Contemporâneo Masculino, 1º Lugar Solo Contemporâneo Feminino, 1º Lugar Trio Ballet Clássico, 1º Lugar Danças Urbanas Grupo, 2º Lugar Dança Contemporânea. Ganhou também o Prêmio especial de Melhor Grupo do Festival, fruto da dedicação e talento dos bailarinos, professores e coreógrafos.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.