terça-feira, 22 de Março de 2016 13:52h Secretária de Cultura de Minas Gerias

Espaço do Conhecimento UFMG celebra aniversário de seis anos com cerimônia e programação especial

O Espaço do Conhecimento UFMG completou, neste 21 de março, seis anos de existência

Para celebrar a data, uma cerimônia oficial reuniu o Secretário de Estado de Cultura de Minas Gerais Ângelo Oswaldo, a Vice-reitora da UFMG Sandra Regina Goulart Almeida, a Diretora de Ações Culturais da UFMG Leda Maria Martins e a Diretora do Espaço do Conhecimento, Ana Flávia Machado. Compareceram à cerimônia a Diretora Adjunta de Ação Cultural Denise Pedron, o Presidente da Fundep Alfredo Gontijo de Oliveira, o Superintendente da Fundep Antônio Farat, a Gerente de Projetos da Fundep Luciana Papatella, a Coordenadora da Rede de Museus Rita Marques, membros do Conselho Cientifico Cultural e do Conselho Curatorial do Planetário e Fachada Digital do museu, gestores do Circuito Liberdade e membros da equipe interna.

 

 

 

A cerimônia foi aberta com a fala da Vice-reitora Sandra Regina, que agradeceu a presença de todos os convidados e falou sobre a importância do museu para o Circuito Liberdade, para a UFMG e a cidade de Belo Horizonte. A vice-reitora agradeceu ao Secretário de cultura todo o empenho e apoio do governo de Minas na construção e manutenção do museu, e a todas as pessoas que contribuíram e contribuem para construir esses seis anos de história. “Este museu tem um grande potencial como espaço difusor do conhecimento para nossa sociedade, servindo à UFMG, à comunidade, ao nosso estado”.

 

 

 

O Secretário Ângelo Oswaldo sublinhou a importância do museu dentro do contexto do Circuito Liberdade, que possui um dos melhores índices de aprovação por parte do público, e agradeceu à UFMG pela parceria e excelência na gestão do Espaço. “Esta casa só poderia ser da UFMG: é um espaço da cultura, da ciência e do conhecimento. Esse triângulo também poderia estar na bandeira de Minas Gerais, é essa tríade que faz a educação. Educação sem cultura é instrução, sem ciência não há avanço, e o conhecimento é a forma democrática de termos acesso a tudo isso. Nesse sentido, o papel de uma universidade como a nossa é exemplar.”

 

 

A Diretora de Ações Culturais da UFMG, Leda Martins, destacou o papel da cultura na formação dos cidadãos e falou sobre a política estabelecida pela Diretoria de Ações Culturais da UFMG, que busca trabalhar de forma integrada com as ações de ensino, pesquisa e extensão. “Todos os espaços que compõem

a diretoria de ação cultural da UFMG, assim como o Espaço do Conhecimento, se propõem a enfrentar o desafio que é estabelecer a cultura como lugar de produção de conhecimento, e não apenas da divulgação. A cultura se faz, portanto, parte integrante e necessária na formação de nossos alunos, de todos os cursos, porque ela é imprescindível na formação do cidadão. É com muito orgulho que estou aqui, dando os parabéns para o Espaço do Conhecimento e celebrando a existência de todos esses espaços.”

 

 

 

Ana Flávia Machado, Diretora Cientifico Cultural do museu, agradeceu a todos que ajudaram a construir a história do museu e deixaram sua marca na instituição. “Nesses oito meses em que aqui estou trabalhando reiterei minha convicção de que o Espaço do Conhecimento é um dos mais importantes instrumentos da UFMG para divulgação de sua pesquisa e de seu trabalho de extensão. A transversalidade que está presente, tanto nas ciências quanto na cultura, é aqui expressa em uma variedade enorme de atividades. Essas atividades que vão desde as sessões comentadas no Planetário, às observações astronômicas e varias oficinas e palestras que ocorrem no museu, são atividades que permitem traduzir de uma forma didática e lúdica o conhecimento que muitas vezes não é acessível ao público em geral. O compromisso do Espaço vem sendo aprimorado pelas equipes que aqui passaram e eu só posso dizer muito obrigada a todos que se envolveram e aceitaram essa empreitada”, finalizou a professora. A cerimônia foi encerrada com a partilha de bolo para os convidados.

 

 

 

Para além da cerimônia oficial, nesta segunda-feira o museu abriu suas portas com uma programação diferenciada para o público. Dentre as atividades oferecidas, destacaram-se a abertura para visitação com horário estendido, as oficinas “O 21 de março” e “Coleção de estrelas”, uma sessão especial comentada de Planetário e a antecipação da abertura do Terraço e acesso ao telescópio para observação astronômica.

O Espaço do Conhecimento UFMG estimula a construção de um olhar crítico acerca da produção de saberes por meio da utilização de recursos museais. Sua programação diversificada inclui exposições, cursos, oficinas e debates. Integrante do Circuito Liberdade, o Espaço do Conhecimento é fruto da parceria entre a UFMG e o Governo de Minas. O Espaço conta com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais – FAPEMIG, da Rede de Museus e Espaços de Ciências e Cultura da

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.