quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2016 12:48h Secretária de Cultura de Minas Gerias

Festival Internacional de Música Histórica de Diamantina destaca o ibérico na tradição brasileira

De 19 a 28 de fevereiro, a riqueza da música tradicional de origens ibéricas no Brasil ganha lugar de destaque na cidade de Diamantina, no interior de Minas Gerais

De 19 a 28 de fevereiro, a riqueza da música tradicional de origens ibéricas no Brasil ganha lugar de destaque na cidade de Diamantina, no interior de Minas Gerais, com a realização da segunda edição do Festival Internacional de Música Histórica - De la Mancha ao Sertão: o Ibérico na tradição musical do Brasil.

O evento vai reunir em sua programação concertos, aulas, espetáculos, cursos, ciclos de debates e oficinas. O objetivo é proporcionar ao público uma experiência além da música em si, trabalhando, também, o pensamento e o estudo acerca da música histórica - seu percurso, suas vertentes, seus compositores - possibilitando, assim, a formação e aprendizado dos espectadores. Toda a programação tem entrada gratuita.

Em sua segunda edição, o Festival adota o termo "Música Histórica", substituindo a expressão "Música Antiga" utilizada na edição anterior, como forma de integrar, para além da música erudita, registrada em partituras, os saberes passados de geração a geração pela tradição oral e o conhecimento popular, típico do sertão brasileiro.

A programação de oficinas e cursos conta com atividades relacionadas à prática de órgão, canto, pífanos, cordas friccionadas, cordas dedilhadas, viola caipira (para iniciantes e avançados) e construção de pandeirões e percussão. As atividades serão ministradas por convidados nacionais e internacionais, como Cristina García Banegas (Uruguai), Delia Agúndez (Espanha), Carles Magraner (Espanha), Robert Cases (Espanha), Ivan Vilela (Brasil) e Pau Ballester (Espanha).

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.