quarta-feira, 20 de Abril de 2016 13:35h Secretária de Cultura de Minas Gerias

Filme contemplado por edital da Secretaria de Estado de Cultura é premiado em Taiwan

Viabilizado pelo Filme em Minas, “Marina não vai à praia”, que já havia ganhado outros prêmios, vence como Melhor Curta de Ficção no Festival Internacional de Cinema Infantil

Do outro lado do mundo, uma produção viabilizada por edital da Secretaria de Estado de Cultura vence premiação e projeta o audiovisual mineiro em evento que envolve várias nacionalidades. O filme “Marina não vai à praia” conquistou a admiração do júri do Festival Internacional de Cinema Infantil de Taiwan e venceu o Prêmio de Melhor Curta de Ficção na edição do evento em 2016, que aconteceu na cidade de Taipé.

Incentivado pelo programa Filme em Minas, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC), a obra do diretor e roteirista Cássio Pereira dos Santos conta a história de Marina, uma adolescente com síndrome de Down que sonha em conhecer o mar. Rodado na pequena cidade mineira de Cruzeiro da Fortaleza, município onde o cineasta cresceu, o curta estreou na Mostra de Cinema de Tiradentes e já passou por mais de 50 festivais nacionais e internacionais, tendo acumulado 20 prêmios no currículo.

Cássio dos Santos brinca que o Filme em Minas agiu num elo incomum da cadeia de produção. “Li sobre as inscrições no edital e pensei que seria um bom momento para colocar em prática a ideia de escrever um novo roteiro. No período em que o Filme em Minas estava aberto foi quando comecei o projeto de ‘Marina não vai à praia’. É coisa rara agentes culturais entrarem numa seleção dessas sem nada iniciado”, confessa o diretor, que afirma ter sido incentivado pelo Filme em Minas antes mesmo da ideia do seu curta.

 

 

O diretor e roteirista

Cássio Pereira dos Santos nasceu em Patos de Minas e passou a infância em Cruzeiro da Fortaleza, cidade onde o projeto foi rodado. Estudou cinema na Universidade de Brasília e atualmente vive em Uberlândia, MG, onde acaba de fundar a produtora Campo Cerrado, ao lado da irmã Erika Persan, que é atriz e produtora.

Atualmente eles preparam as filmagens de um novo curta e desenvolvem os projetos de dois longas-metragens: “Valentina” e “A Terra e os Sonhos”. Este último foi contemplado no edital de desenvolvimento de projetos da Companha do Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais - Codemig.

 

 

 

Premiações e participação em festivais

“Marina não vai à praia” venceu os prêmios além da categoria Melhor Curta de Ficção do Festival Internacional de Cinema Infantil de Taiwan (2016), Melhor Curta Live-Action no Festival Internacional de Cinema Infantil de Nova York (2015); Prêmio Solé Tura, na Espanha (2015); Prêmio Aquisição Canal Brasil (2014); Melhor Roteiro no Cine Ceará (2014); Melhor Roteiro no Curta Taquary (2014); Prêmio Brasil de Cinema Infantil do Festival Internacional de Cinema Infantil Vencedor do Prix Jeuneusse Iberoamericano, no Rio de Janeiro (2014).

O curta também foi selecionado para os seguintes eventos de cinema: Festival de Curtas de Aspen, premiére internacional (EUA-2014), Festival de Giffoni (Itália-2014), Festival de Cinema Infantil de Chicago (EUA-2014), Festival de Cinema de Whistler (Canadá-2015), Festival de Curtas de Hamburgo (Alemanha-2015).

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.