terça-feira, 5 de Abril de 2016 12:13h Atualizado em 5 de Abril de 2016 às 12:24h. Secretária de Cultura de Minas Gerias

Moda é cultura: saiba mais sobre a 18ª edição do Minas Trend

Mediante cenário econômico instável, fabricantes e compradores apostam na Semana de Moda Mineira para maximizar investimentos e ganhar competitividade

No período de 04 a 07 de abril, lojistas, compradores profissionais e formadores de opinião do varejo de moda têm um encontro marcado no Minas Trend, um dos principais eventos de negócios de moda do país, que promove os lançamentos para o Verão/2017 em vestuário, calçados, bolsas, acessórios, bijuterias e joias de 220 fabricantes de vários estados brasileiros.

Em sua 18ª edição, a semana de moda mineira conquistou um expressivo número de compradores fiéis, que prioriza o evento devido as suas características únicas que possibilitam a composição de estoques com um mix de produtos completo, diferenciado e que proporciona maior margem de lucro e rotatividade no ponto-de-venda.

 

 

 

Segundo Henrique Câmara, superintendente da FIEMG – Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, promotora do evento, o formato adotado pelo Minas Trend, com foco na efetiva realização de negócios, é o principal responsável pela fidelização dos compradores. “Atualmente, devido à retração econômica, os lojistas privilegiam eventos que oferecem todos os segmentos de moda, desde o vestuário até a bijuteria, além de produtos com alto valor agregado em termos de design e tendências de moda”. Para o executivo, “o Minas Trend consegue reunir, em um único local, as principais grifes brasileiras de moda e acessórios, proporcionando ao comprador, além da composição de todas as suas necessidades de estoque e agilidade nos contatos, a aquisição de artigos que possam atender as demandas de um consumidor globalizado que busca, mais do que moda, itens que possam refletir atitude e estilo de vida”.

 

 

Compradores marcam presença

Todas essas características tem atraído à Belo Horizonte compradores de todo o território brasileiro, que chegam em busca de um ambiente de negócios com foco nos lançamentos e em artigos de moda mais competitivos.

A lojista Marta Paiva, que mantém lojas em Vitória e Salvador, já confirmou sua presença em Belo Horizonte com foco, principalmente, na aquisição de roupas de festa. A empresária afirma que 70% das peças que compõem seu estoque são de expositores do Minas Trend. “O grupo mineiro é muito forte, sempre gostei do evento que oferece um ótimo atendimento ao comprador”, declara Marta.

 

 

 

Aureliana Bandeira, da loja especializada em calçados Josefina, de Recife, afirma que o Minas Trend é o evento onde mais compra, pois possibilita receber os lançamentos antes de seus concorrentes. “No setor de calçados o salão mineiro é o melhor do Brasil”, destaca a empresária que adquire 70% do seu estoque entre os expositores do Minas Trend.

Proprietária da RT Acessórios, de Natal, onde comercializa calçados, bolsas e bijuterias, Renata Teles considera que o Minas Trend reúne “a maior concentração de boas marcas do segmento entre todos os eventos do país. Fazem uma seleção muito boa de expositores e, praticamente, todas as marcas que trabalho estão lá”, destaca a lojista que estima em 90% a participação dos produtos expostos em Minas na composição total das suas compras.

 

 

 

Larissa Rizzolli, responsável pelas compras de sapatos, bolsas, bijoux e acessórios do e-commerce QVestir, de São Paulo, ressalta a qualificação dos expositores do salão de negócios, afirmando que é “uma seleção muito boa, marcas em que acredito muito”. Segundo Larissa, as compras efetuadas no Minas Trend podem alcançar até 25% do total adquirido pelo grupo no segmento.

Da tradicional maison paulistana Helena Mottin, Maria Antonieta Botelho Bueno participa desde a 1ª edição e diz gostar muito da infraestrutura oferecida pelo evento, além da “qualidade e acabamento da roupa de festa mineira” que representa 80% das suas coleções.

 

 

 

Roberta Damasceno, da boutique carioca Dona Coisa, que substituiu as compras realizadas em outras capitais pela semana de moda mineira, considera que a “boa infraestrutura oferecida aos compradores torna a estadia o mais confortável possível”. Segundo ela, uma das características marcantes do evento é o comprador não se sentir “invadido ou perturbado no momento da compra”.

 

 

 

 

Expositores apostam no Minas Trend

Por outro lado, os fabricantes também apostam nesse lojista, com alto poder de decisão e compra, para incrementar as vendas para a próxima temporada.A grife Miss Mano, de Fortaleza, renovou sua participação no Minas Trend após uma estreia de sucesso onde conquistou novos clientes no Nordeste e Sudeste do país. A Unity 7, também em sua 2ª participação, trocou o estande coletivo de marcas Ready to Go, da qual fez parte na edição passada, por uma área exclusiva de significativo tamanho. “O evento está entre os principais do Brasil e é importante marcar presença”, avalia Rafael Mendes, executivo da grife. “O comprador qualificado e a participação no Projeto Comprador torna nossa participação essencial”, acrescenta.

Laurita Mondini, gerente da Adriane Caramoni, fabricante de bolsas e acessórios de couro, se diz satisfeita com os resultados obtidos no Minas Trend da qual participa desde 2008. “É um dos eventos que mais dá retorno em termos de negócios, pois investem na presença do comprador qualificado”, resume Laurita que comercializa 30% de sua produção através da participação nas duas edições anuais do salão de negócios.

 

 

 

A grife de sapatos Paula Bahia é outro fabricante que expõe seus produtos desde a 1ª edição do Minas Trend, obtendo resultados de vendas bastante expressivos. Rodrigo Bahia Amorim, sócio-diretor da marca, considera a parceria estabelecida com a Fiemg “excepcional” e estima em 50% a participação das vendas realizadas durante o evento no seu faturamento anual. “Para nós, o Minas Trend é o melhor evento de negócios do Brasil. A credibilidade, o período ideal de realização e o potencial dos compradores são suas principais características”, opina o executivo.

Tradicional expositora do Salão de Negócios, a estilista Fabiana Milazzo considera que a participação foi fundamental para a consolidação de sua grife. “Para minha marca foi muito especial, pois fez toda a diferença passar para o mercado nacional através do Minas Trend. O formato do evento é perfeito ao conciliar a visibilidade ao valor comercial que proporciona”. Segundo Fabiana, os negócios realizados no evento mineiro representam 80% do faturamento anual da confecção.

 

 

 

A designer de bijuterias e acessórios de alto padrão Claudia Arbex também avalia o Minas Trend como “a melhor feira de negócios do Brasil”, creditando ao evento 50% do seu faturamento anual. Para ela, “o relacionamento que a equipe da Fiemg estabeleceu com os compradores criou uma fidelidade por parte deste público”.

Para Elizabeth Farias, da Vivaz, a excelente organização e o atendimento vip oferecido aos compradores potenciais são as principais características do salão de negócios que tem contribuído para o sucesso da marca, que participa desde a 1ª edição da semana de moda mineira. “O Minas Trend, para nós, representa o evento de negócios mais importante do país contribuindo com 60% no volume de vendas”, revela a empresária. Nesta edição, a confecção promove desfile da sua segunda marca, a Viva por Vivaz, para reforçar sua presença perante lojistas qualificados.

 

 

 

 

Codemig: Governo do Estado apoia a indústria de moda mineira

O desenvolvimento ganha destaque nas passarelas do Minas Trend, o principal evento de moda do Estado e um dos mais importantes do País, com o novo apoio do Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). Em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), realizadora do Minas Trend, a Codemig fomentará o Salão de Negócios da edição Verão/2017. O alvo da Codemig nessa ação é promover a integração regional do Estado, bem como o acesso e a participação dos 17 Territórios de Desenvolvimento definidos pelo Governo de Minas Gerais. O apoio ao Minas Trend integra as ações do Minas de Todas as Artes - Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa. Segundo a entidade, ao fomentar o turismo de negócios e promover a integração de profissionais, o encontro movimenta a economia do Estado, com valores superiores a R$30 milhões por edição, e projeta Minas Gerais nos circuitos nacional e internacional do mercado da moda.

 

 

 

Essência

Em tempos de “enxergar o presente e organizar o futuro”, esta edição do Minas Trend elegeu o tema “Essência” como referência da temporada Verão/2017.

O tema sintetiza a busca pelo essencial dentro da indústria de moda, de forma a reforçar a importância da identidade das marcas como diferencial e fator competitivo junto aos consumidores. Na temporada, a “essência”, ou seja, o DNA criativo das grifes, chega como valor intrínseco das coleções que procuram atender a atual demanda por uma moda autoral, diferenciada e, ao mesmo tempo, com forte apelo comercial. 

 

 

 

 

Para exprimir este conceito, a edição Verão/2017 do Minas Trend traz referências da obra de Lewis Carroll, “Alice no País das Maravilhas”, e a incessante busca da personagem por seguir caminhos e descobrir novos horizontes. Nesta abordagem, Alice, sinônimo de coragem e poesia, simboliza as características do “essencialista” típico, aberto às novas experiências, positivista mesmo mediante as adversidades e disposto a compartilhar esta vitalidade para o bem comum.

Para Henrique Câmara Azevedo, Superintendente da Fiemg, esta busca pelo essencial, dentro do conceito desta edição, revela-se como “como uma forma de adequação ao cenário desafiador em que estamos inseridos no momento. Nosso objetivo é provocar uma reflexão em relação à busca por soluções mais práticas, objetivas e realistas para superar as dificuldades e incrementar os negócios”.

 

 

 

Exposições

Para reforçar o tema condutor desta edição – Essência -, o Minas Trend apresenta ao público três exposições que resumem a inspiração da temporada, resgatando o “essencial” como o DNA criativo que torna cada marca única e desejada.

A exposição “Minas Trend em Essência”, que reúne as marcas mineiras de moda e acessórios participantes do evento, conta com curadoria do stylist Davi Leite e lança mão do icônico tabuleiro de xadrez do clássico literário, e de elementos como as famosas xícaras da incansável Alice, para criar um diálogo entre o tema e as peças que mais representam a identidade e perfil criativo de cada marca.

 

 

 

Já a exposição “Saias para Alice” reúne moda, cultura e sustentabilidade ao apresentar 12 modelos da maior referência fashion da menina Alice, ou seja, suas saias, desenvolvidos por Bárbara Vanusa, estilista reconhecida pelo seu trabalho pioneiro de reaproveitamento de rejeitos da indústria têxtil. Neste espaço lírico, e ao mesmo tempo lúdico, Bárbara apresenta peças criadas a partir de retalhos de jeans, brim e tule, com estampas feitas à mão e bordados artesanais exclusivos, estes desenvolvidos pela comunidade mineira de Bom Jardim, além do tingimento natural em todas as peças. Ambientada sobre um jardim de margaridas, a exposição traz peças com elementos da narrativa “Alice no País das Maravilhas”, como o relógio e as cartas de baralho, propondo um rompimento com as convenções dos modismos vigentes e a materialização das emoções e sonhos das personagens.

A exposição fotográfica “Essência da Moda” revela a visão do conceituado fotógrafo Weber de Pádua sobre o que é essencial na moda mineira, através de uma seleção de seus trabalhos ao longo da carreira que procura refletir a força das criações desenvolvidas no Estado. Com imagens emblemáticas que serão expostas em monitores de alta definição, muitas vezes sem relação direta com a moda, mas que trazem conceitos e atitudes que inspiram o universo fashion, a exposição também traça um paralelo entre a urbanidade e a tecnologia.

 

 

 

Line up

Uma das atividades mais aguardadas durante o Minas Trend, a programação de desfiles ganha a adesão de três novas marcas que irão apresentar suas propostas para a próxima temporada Verão/2017.

Nesta edição, as grifes Sonia Pinto, Confraria e Viva por Vivaz, juntam-se a Fabiana Milazzo, Plural, Lucas Magalhães, Faven e Lino Villaventura para compor os desfiles da estação, que nesta edição acontecem em novos horários - 11h00, 15h00 e 17h00 -, entre os dias 05 e 06 de abril, de forma a promover uma maior integração da atividade com os compradores e visitantes do Salão de Negócios.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.